Pela primeira vez, Cachoeiras de Macacu vai sediar grande torneio de rugby

Esporte ainda é pouco conhecido no Brasil. Mesmo assim, nas últimas décadas, vem conquistando importância e se consolida de forma gradual

Por O Dia

Rio - O rugby ainda é pouco conhecido no Brasil. Mesmo assim, nas últimas décadas, vem conquistando importância e se consolida de forma gradual. Tanto que, hoje em dia, todos os estados do país contam com clubes dedicados ao esporte e promovem campeonatos regulares. No Estado do Rio não poderia ser diferente. Até pequenas cidades já começam a realizar competições. No próximo domingo, dia 18, vai acontecer a primeira edição do Torneio Copa Serrana de Verão de Rugby Sevens, no Estádio Municipal de Cachoeiras de Macacu.

No total serão onze equipes, sendo oito masculinas e três femininas. Entre os homens vão participar do torneio o Cariocas Rugby, Três Rios Rugby, Friburgo Rugby, Cachoeiras Rugby, Ita Rugby, Volta Redonda Rugby, Itaipuaçu Rugby e UFJF Rugby. Já entre as mulheres vão competir o UFF Rugby, Cariocas Rugby e Cachoeiras Rugby. Serão 16 partidas no masculino e três do feminino.

Rugby tem duas modalidades principais — com 15 e 7 jogadores. A última está presente nos Jogos OlímpicosDivulgação

De acordo com Luis Morey, dirigente do Cachoeiras Rugby, o torneio representará um marco importante para Cachoeiras de Macacu, já que vai garantir visibilidade em âmbito estadual e nacional para o município, além de beneficiar o turismo e o comércio local. Ainda segundo ele, a competição poderá até mesmo integrar o calendário estadual de rugby, deixando o Estado do Rio no mapa brasileiro do esporte, atraindo times de todo o Brasil. “Será mais um passo para transformar a cidade de Cachoeiras de Macacu em um ponto de referência do rugby nacional”, avalia o dirigente.

Luis Morey destaca que existem duas modalidades principais do esporte. Uma é o ‘15s’, com 15 jogadores, e a outra é o ‘Sevens’. Esta, aliás, é a que será disputada em Cachoeiras de Macacu e que também esteve presente nas Olimpíadas Rio 2016. São sete atletas em cada equipe e cada partida tem dois tempos de sete minutos e intervalo de um minuto de duração. “Como é um esporte caracterizado pela conquista de território, para marcar pontos a equipe deve conseguir fazer um jogador entrar na área do ‘In-Goal’ — região próxima ao fim do campo, atrás das traves do grande ‘H’ — e tocar com a bola no solo, marcando cinco pontos”, ensina.

Ainda conforme Luis Morey, outra maneira de marcar pontos é o jogador de uma das equipes conseguir, durante o tempo normal de jogo, chutar a bola oval e a mesma passar pelo ‘H’, garantindo três pontos. O dirigente esclarece que o passe com as mãos somente pode ser feito para os jogadores que estiverem atrás daquele com a posse de bola. “Vence a partida a equipe que conseguir somar mais pontos”, finaliza ele.

Um passado controverso

A história do rugby é controversa. Para uns, é derivado do Harpastum, praticado pelos romanos na Antiguidade. Já em 1580, existia na Itália o Calcio. Outra versão garante que foi criado pelo estudante William Webb Ellis durante partida de futebol <MC0>escolar na cidade de Rugby, na Inglaterra, em 1823.

No Brasil, o esporte chega em 1891, com o Clube Brasileiro de Futebol Rugby, no Rio. A partir de 1895, Charles Miller foi grande incentivador, assim como do nosso futebol. Já em Cachoeiras de Macacu, a história recente tem início em 2007, quando Bruno Braga, então jogador da UFF, junta os amigos para criar o Cachoeiras Rugby. Mas o clube só se consolida no fim de 2015, passando a disputar torneios regulares.

Últimas de Rio De Janeiro