Literatura vai ganhar novos endereços em Petropólis

Instituto Oldemburg e Fundação de Cultura e Turismo irão inaugurar cinco salas de leitura

Por O Dia

Representantes da FCTP e do Instituto Oldemburg assinaram parceria Divulgação

Rio - Uma parceria entre o Instituto Oldemburg e a Fundação de Cultura e Turismo de Petrópolis (FCTP) vai criar cinco novas salas de leitura na Cidade Imperial. Batizado de Alegria de Ler, o projeto cultural tem como principal objetivo incentivar a leitura e ainda promover a integração entre os leitores e as comunidades carentes do município. Com as unidades devem ser beneficiadas mais de 20 mil pessoas.

De acordo com Leonardo Randolfo, presidente da FCTP, o projeto ainda está em fase de estudos e estão sendo analisados os locais para a implantação das novas salas de leitura. A expectativa é que em oito meses sejam definitivamente inauguradas as cinco unidades. Atualmente, duas outras já funcionam nos bairros Carangola e Meio da Serra — ambas receberam o nome do escritor Antônio Torres.

Além delas, a FCTP também tem salas de leitura em alguns distritos, como Itaipava, Posse, Nogueira e Pedro do Rio. “É um projeto que valoriza o segmento literário, não apenas estimulando a leitura, mas promovendo ainda, por meio dela, a integração social entre os leitores e a comunidade que a rodeia”, destaca Leonardo Randolfo.

Para botar em funcionamento as novas unidades, o Instituto Oldemburg irá doar acervo com um total de cinco mil livros — serão mil exemplares para cada uma das cinco salas. As obras vão abranger clássicos da literatura nacional e internacional, além títulos contemporâneos.

“Esse é um projeto de cunho cultural, com um acervo que atende a todo tipo de público. A missão é promover a integração na comunidade criando possibilidades. Por meio das salas de leitura, realizamos também vivências lúdico-literárias focadas na obra do autor homenageado que leva o nome da sala. E esses locais vão se tornar espaços da população, estimulando a própria comunidade a promover o acervo”, ressalta a diretora-executiva do Instituto Oldemburg, Cristina Oldemburg.

Últimas de Rio De Janeiro