Niterói anuncia criação de agência para atrair investimentos

Convênio com a Rio Negócios faz parte de um plano estratégico ambicioso e é também fruto do pacto de gestão realizado pela prefeitura

Por O Dia

Rio - Niterói está com um plano ambicioso para alavancar a economia da cidade. O município está prestes a fechar uma parceria com a agência de fomento Rio Negócios. Com o convênio será criada a Niterói Negócios, que, por sua vez, terá como principal objetivo atrair investimentos nacionais e estrangeiros, gerando emprego e renda.

Como destaca o prefeito Rodrigo Neves, o convênio com a Rio Negócios faz parte de um plano estratégico ambicioso e é também fruto do pacto de gestão realizado pela Prefeitura de Niterói. “Nos quatro primeiros anos de governo, arrumamos a casa e equilibramos as contas. Investimos em saúde, educação, mobilidade e sustentabilidade.

Objetivo da agência de fomento é a geração de emprego e renda%2C além de atrair turistasDivulgação

Agora vamos continuar nesse caminho, mas tendo uma gerência de negócios para captar investimentos e ajudar a gerar emprego e renda. será uma ótima opção para o município”, acredita Rodrigo Neves.

Conforme estudo realizado pela Rio Negócios, Niterói tem grande potencial de crescimento em diversas áreas. De acordo com a agência de fomento, os setores de petróleo e gás, turismo, gastronomia e prestação de serviços são bons exemplos. Ainda poderá haver incremento nos segmentos de tecnologia e sustentabilidade, indústria imobiliária e da construção, além dos polos cervejeiro e de modas, entre outros.

Para o presidente da Rio Negócios, Marcelo Haddad, Niterói está devidamente pronta para crescer devido aos investimentos dos últimos anos. Segundo ele, novas melhorias na infraestrutura estão previstas para os próximos anos, como a conclusão do Túnel Charitas-Cafubá e da TransOceânica.

“Vamos mostrar aos investidores que a cidade tem potencial econômico e comercial, e apontar quais suas vocações. Vamos incentivar a consolidação e ampliação dos negócios”, observa Marcelo Haddad.

Projeto vai incentivar a instalação de pequenas fábricas de cerveja

O prefeito Rodrigo Neves vai criar o circuito Niterói Cervejeiro e encaminhará Projeto de Lei à Câmara de Vereadores. A intenção é facilitar a abertura de novas fabricantes de cerveja na cidade e gerar empregos e renda, evitando que as futuras fábricas se estabeleçam em outros municípios. Atualmente, Niterói tem 51 cervejarias independentes ou artesanais.

“Vou encaminhar para a Câmara, em regime de urgência, para tentar aprovar em no máximo 20 dias. Será um marco. O projeto está bem alinhado. Será bom para a cidade, que já tem forte setor gastronômico, e para os donos dos negócios”, adianta o prefeito.

Pelo Projeto de Lei, não será permitida a instalação de fábricas de médio e grande portes. Somente vai ser possível a fabricação artesanal de cervejas e chopes, acrescida dos respectivos bares e restaurantes que produzem e vendem suas próprias bebidas. O projeto prevê ainda parceria com a Universidade Federal Fluminense (UFF) no desenvolvimento de pesquisas de inovação.

Últimas de Rio De Janeiro