Bauernfest vai aquecer economia de Petrópolis

Festa do Colono Alemão deverá movimentar R$ 35 milhões e gerar mais de mil postos de trabalho diretos e indiretos

Por O Dia

Rio - A Bauernfest tem números superlativos. Estimativa prevê que a Festa do Colono Alemão, realizada anualmente em Petrópolis, vai injetar, em 2017, cerca de R$ 35 milhões na economia da Cidade Imperial, além de gerar mais de mil empregos diretos e indiretos durante os dez dias de comemorações — entre 23 de junho a 2 de julho.

Bauernfest vai aquecer economia de PetrópolisDivulgação

“Sabemos da importância cultural da festa por valorizar a influência germânica na nossa colonização. Sem dúvida, é um grande evento com viés turístico, que contribui significativamente para o fomento da economia da cidade. E não apenas na festa, mas em toda uma cadeia de serviços, que inclui comércio, hotéis, restaurantes, etc. Enfim, todos saem ganhando”, salienta o prefeito Bernardo Rossi.

Pela primeira vez na história da festa, a Bauernfest vai ser realizada em três locais distintos, com palcos montados no Palácio de Cristal, na Praça da Liberdade e na Praça Visconde de Mauá. De acordo com a organização do evento, serão mais de 40 atrações, com uma programação que inclui cultura, gastronomia, entretenimento e lazer.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico de Petrópolis, Marcelo Fiorini, contribui para o grande número de visitantes a tradição da própria festa e também o início da alta temporada de inverno. Ainda segundo ele, a Bauernfest é um evento que também funciona como um forte atrativo para a permanência dos turistas por mais tempo na cidade.

“É esse o objetivo dos grandes eventos. Aumentar a permanência dos turistas, gerando emprego e renda. E a festa acontece com a chegada do frio, época tradicional para os polos de moda. É um momento importante, pois é uma oportunidade do visitante que está na Rua Teresa, por exemplo, conhecer a Bauernfest e vice-versa”, acredita Marcelo Fiorini.

Últimas de Rio De Janeiro