Microsoft eliminará 18.000 postos de trabalho em um ano

Maior parte dos cortes é decorrente da integração com a Nokia. Demissões representam 14% do total de funcionários da empresa

Por O Dia

A Microsoft anunciou nesta quinta-feira que suprimirá 18.000 postos de trabalho em todo o mundo no próximo ano, a maioria em consequência da integração da unidade Nokia, adquirida este ano.

Um comunicado da empresa destaca que a decisão é parte de um "plano de reestruturação para simplificar as operações e alinhar os sistemas da Nokia e os serviços de negócios à estratégia geral da empresa".

O corte representa quase 14% do total de funcionários da Microsoft, que chega a 127.000. A empresa contabilizará 1,1 bilhão de dólares para os custos das demissões.

O diretor executivo Satya Nadella afirma em um e-mail enviado aos funcionários que as "difíceis, mas necessárias" demissões são parte de um plano para que a empresa adote uma nova direção estratégica.

"A primeira etapa para construir a organização apropriada para nossas ambições é realinhar nossa força de trabalho. É importante destacar que, apesar de estarmos eliminando cargos em algumas áreas, estamos somando postos em outras áreas estratégicas", completa.

A Microsoft completou a aquisição da unidade telefônica da Nokia em abril, em uma operação que fortaleceu sua posição no setor de telefonia celular, ao custo de 7,5 bilhões de dólares.

Últimas de _legado_Notícia