Na Copa, o futebol também invade os museus

O esporte é tema de exposições no Rio e em São Paulo. A maior delas “Brasil um país um mundo” acontece simultaneamente nas duas capitais

Por O Dia

Em ano de Copa do Mundo, o futebol se mistura com a arte no calendário cultural das cidades sede do mundial. No Rio e São Paulo já estão em cartaz uma série de exposições em que a estrela maior é o futebol. A maior delas será exibida ao mesmo tempo nas duas capitais. Aberta aos paulistanos a partir de segunda, dia 10, no Pavilhão das Culturas Brasileiras, no Parque do Ibirapuera, a exposição será exibida aos cariocas a partir do dia seguinte, no Shopping Nova América. Após passar por Curitiba, Salvador, Recife, Porto Alegre, Natal, Fortaleza, Belo Horizonte, Cuiabá e Manaus, “Brasil um país um mundo” expõe em meio a instalações interativas um acervo composto de relíquias, que vão de camisas usadas em jogos de Copas à troféus e medalhas. Para além das peças históricas do futebol brasileiro, a Casa Daros, no Rio, exibe a partir de amanhã a instalação "Heterotopia" em seu pátio interno. A obra da artista porto-riquenha, Priscilla Monge, reproduz em escala reduzida, com 15 metros de comprimento por 10 metros largura, um campo de futebol cheio de relevos. A instalação, que pode ser percorrida pelo público, já foi exibida na Bienal de Liverpool, em 2006, além de passar pela França e México.

Foto de Leonardo Finotti exposta na galeria CaravelloDivulgação


Outra instalação de destaque será exibida a partir da próxima terça, dia 10, no Festival Internacional de Linguagem Eletrônica, no OI Futuro Flamengo, no Rio. A obra, cedida pelo Museu do Futebol de São Paulo, funciona como um campinho de futebol onde os visitantes poderão brincar de jogar bola virtualmente.

Utilizando a linguagem fotográfica para expressar a atmosfera dos campos, a exposição "Pelada" apresenta registros do fotógrafo Leonardo Finotti, na carioca Luciana Caravello Arte Contemporânea. Especializado em arquitetura, o artista registrou um outro ponto de vista sobre o futebol, ao produzir imagens aéreas de campos de futebol da periferia de São Paulo. Já o Centro Cultural São Paulo, apresenta a exposição “As Donas da Bola”, com curadoria de Diógenes Moura. A mostra reúne 121 imagens de algumas das mais representativas fotógrafas brasileiras, entre elas, Ana Araújo, Eliária Andrade, Luciana Whitaker, Mônica Zarattini e Nair Benedicto. A partir dos olhares femininos, a exposição coloca em foco a presença da mulher e suas relações com a cultura do futebol, esporte tão característico do universo masculino.

O paulista Sesc Belenzinho, por sua vez, recebe duas mostras em diferentes linguagens. Em “Futegrafias”, o fotógrafo Caio Vilela apresenta 100 fotos inéditas que registram a paixão dos brasileiros pelas partidas de “pelada”. Já na inédita “Figurões da Copa”, estão exibidas caricaturas e charges de todos os jogadores convocados para a seleção brasileira de futebol das Copas, desde 1930. Em paralelo, a galeria paulistana Roberto Camasmie reúne charges e caricaturas na exposição “A Seleção Desenhada”. Nela, Camasmie e o chargista Eduardo Baptistão se unem para reproduzir através dos desenhos os jogadores escalados para os jogos da Copa do Mundo, desde 2002.

ONDE CONFERIR

EM SÃO PAULO:

“A seleção desenhada” na galeria Roberto Camasmie. Rua Bela Cintra, 1.992, Consolação.

“Futegrafias” e “Figurões da Copa” no Sesc Belenzinho. Rua Padre Adelino, 1.000, Belém.

“As Donas da Bola”, no Centro Cultural São Paulo. Rua Vergueiro, 1.000, Liberdade.

NO RIO:

"Pelada", na Luciana Caravello Arte Contemporânea. Rua Barão de Jaguaripe, 387, Ipanema.

“FILE”, no OI Futuro Flamengo. Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo.

"Heterotopia", na Casa Daros. Rua General Severiano, 159, Botafogo.

Relíquias dos Beatles em exposição, em São Paulo

A partir da próxima segunda, dia 09, a exposição “Beatles – 50 anos de história” chega a São Paulo. Comemorando a primeira turnê da banda de Liverpool nos Estados Unidos, a mostra reúne aproximadamente 50 objetos de fãs do grupo na GREAT Britain House, localizada no Centro Brasileiro Britânico, em São Paulo. Organizada pelo colecionador Marco Antonio Mallagoli, fundador do fã clube Revolution, a exposição conta com uma linha do tempo, que mostra todos os LPs lançados pela banda, dados importantes da vida pessoal de John, Paul, George e Ringo e momentos históricos da trajetória do grupo, além de discos autografados, fotos pessoais e ingressos dos shows.

Na parte inicial, a exposição apresenta peças autografadas da banda Quarrymen, conjunto original de John Lennon que deu origem aos Beatles, assim como o convite da festa onde John e Paul se conheceram. “Esses são materiais raros e serão expostos para a curiosidade do público apreciador de Beatles e de boa música em geral”, afirma o Marco Antônio.

Destaques da exposição ainda incluem um contrabaixo da Hofner autografado por Paul McCartney e duas guitarras Gretsch da edição limitada Traveling Wilburys - a mesma usada por George Harrison -, além dos discos de ouro da música “Hello, GoodBye” e de “She Loves You”.

A GREAT Britain House é uma iniciativa com cerca de 20 eventos sobre negócios, cultura e esportes que acontecem de junho a julho no Brasil, como parte da campanha GREAT do Reino Unido.

ONDE CONFERIR

Centro Brasileiro Britânico fica na rua Ferreira de Araújo, 741, Pinheiros, em SP.

Mostra reúne obras inéditas de Deco Farkas, em São Paulo

Entre pinturas e murais inéditos, a mostra “Esse Treco” exibe os trabalhos mais recentes de Deco Farkas. Aberta na última quinta-feira, na Galeria Virgilio, em São Paulo, a exposição conta com trabalhos realizados no período de 2013 e 2014. O pintor muralista e grafiteiro paulistano que costuma usar a cidade como suporte para seus trabalhos, onde assina “TRECO”, dessa vez apresenta uma nova faceta através de pinturas sobre madeira, parede e vídeos.

Conhecido por pintar criaturas bizarras nos muros, Deco também produz sua arte através de outras linguagens, com destaque para o meio audiovisual, em que o artista apresenta a animação de seus desenhos. “Elas têm a mesma dinâmica de apreciação das sensações, agora com a dimensão do movimento”, explica o curador Vicente Góes.

Ainda segundo o curador, ele é um artista simples e vibrante. “Sua arte não se esconde em conceitos, não agride com críticas óbvias, não complica a percepção daquele momento único de espanto da primeira impressão”, explica.Com mais de 300 pinturas estampadas nas ruas de São Paulo, Farkas também já assinou diversos trabalhos para outras plataformas, tais como ilustração para livros, como “O Natimorto”, além de jornais e animações para televisão. O artista ainda é um dos representantes brasileiros na edição "Nuevo Mundo, Latin American Street Art", publicada pela editora Gestalten, em 2011.

NOTAS

Artesanato regional compõe exposição, no Rio

A mostra “A Potência do Objeto” está em cartaz no Solar Visconde do Rio Seco, na Praça Tiradentes, no Rio. Ela reúne peças de artistas populares e artesãos em instalações criadas pelo designer Jair de Souza, que revelam a excelência artística da produção regional brasileira.

Temporada de filmes clássicos na rede Cinemark

té o dia 09 de julho, a rede Cinemark exibe uma programação de filmes clássicos e cults em cópias restauradas digitalmente. Entre os títulos estão “Taxi Driver”, “Pulp Fiction - Tempo de Violência”, ”Laranja Mecânica”, “Os Embalos de Sábado à Noite”, “ Grease - Nos Tempos da Brilhantina” e “Bonequinha de Luxo”.

Espetáculo de circo e dança explora os limites, no Rio

A acrobata gaúcha Camila Moura apresenta o espetáculo “O Princípio da Casa dos Pombos” sábado, às 16h, no Parque das Ruínas, em Santa Teresa. Com coreografia de Alice Ripoll, a apresentação reúne o contorcionismo circense à dança contemporânea, ao explorar complicados movimentos corporais. Vale conferir!

Últimas de _legado_Notícia