Por monica.lima
Publicado 19/03/2015 14:21 | Atualizado 19/03/2015 14:41
O Baccala Alla Gabbiano%2C do Gabbiano%2C vai bem com branco italiano Noe OrvietoDivulgação

Estrela da mesa na Semana Santa, o bacalhau pode ser preparado de diversas formas e há quem prefira harmonizá-lo com vinho branco, mas um tinto com boa acidez também vai muito bem com a iguaria.

O sommelier Alexandre Lalas à frente da Casa Vieira Souto indica alguns rótulos: “O lombo de bacalhau com húmus e tapenade do nosso cardápio funciona bem com o tinto português do Dão como o Vinha Paz, mas também fica espetacular com o branco estruturado Quinta das Bágeiras Pai Abel. Já para quem gosta de fugir do comum, opte por um pinot esloveno do Marjan Simcic”. O sommelier José Farias, do Gabbiano, sugere um branco seco. “Para o nosso Baccala Alla Gabbiano (bacalhau cozido com cebola, ovos, batata, azeitona, tomate e vinho branco) indico o branco italiano Noe Orvieto. Tem notas de flores e frutas brancas, na boca é seco e frutado, com boa acidez”. A sommelière Julieta Carrizzo, do Irajá Gastrô e do novíssimo Formidable Bistrot, também opta por um branco, nesse caso um Chardonnay amadeirado. “Um jovem do Chile, que é ótimo para harmonizar com o bacalhau. Outra sugestão também é um vinho tinto português, do Douro.” Já a sommelière Clara Mei, do grupo Marina, indica rótulos Casale Vecchio Pecorino 2009 para harmonizar com o bacalhau confitado em crosta de alho com creme de milho defumado e torresmo e o Real Compañia Verdejo para o bacalhau com purê de batatas ao pesto, crocante de baroa e ovo.

E para quem prefere cerveja, o sommelier e professor do Senac RJ José Honorato aposta na delicada Saison. “O bacalhau tem sabor delicado que combina bem com a Saison que é uma cerveja herbal com um toque de acidez de médio a alto e um amargor sutil e elegante. As notas herbais e condimentados fazem crescer ainda mais a elegância do prato.”

OUTROS COPOS

Drinque sólido

Drinques sólidos de melancia com cachaça, abacaxi com malibu e melão com rum são uma das surpresas do bufê i+d Gastronomia, comandado pelos chefs Jessica Torres e Rodrigo Guimarães. A dupla aposta em receitas contemporâneas para quem quer um serviço diferenciado para eventos.

Festa borbulhante

A vinícola Dal Pizzol fechou parceira com a Champanharia Ovelha Negra, em Botafogo. Toda segunda-feira, durante um mês, a champanharia vai servir espumante Dal Pizzol Rosé à vontade das 17h50 às 19h30 (mulheres R$ 37 e homens R$ 56).

Tradição francesa em Copa

Hoje o chef executivo do Hotel Copacabana Palace, Pierre-Olivier Petit, promove no Pérgula o evento Gôut de France, que divulga a gastronomia francesa em cinco continentes. No menu, Saumon cuit a la nage, emulsion au vert, Bouillabaisse Niçoise et risoni au pastis e Suprême de poulette, sauce Albufera et minis legumes truffés harmonizados com Lorgeril les Terrases Chardonnay, Côtes de Provence Romance Châteaude Berne e Côtes du Ventoux Delas Freres.

Novas misturas

A cachaça superpremium Leblon apresenta o bartender Marco De La Roche como o novo mixologista global da marca. Ele criou drinques como o Cashú, elaborado com cachaça Leblon Envelhecida Signature Merlet, caju fresco e flor de sal, e o Mate-me, com cachaça Leblon, mate, jabuticaba e cítricos.

Produção da Nova Zelândia

A ABS-Rio promove uma degustação de rótulos tops cultivados na Nova Zelândia, no próximo dia 26, a partir das 19h30. O sommelier Geraldo Alão vai harmonizar seis vinhos de uvas como sauvignon blanc e pinot noir com ostras frescas de Santa Catarina, além de outras comidinhas.

Santo padroeiro

A cervejaria Sankt Gallen, em Teresópolis, promove o St. Patrick’s Weekend, padroeiro da Irlanda. Em sua primeira edição, o evento vai reunir bandas com música irlandesa, DJ, decoração temática, comidas típicas e os tradicionais chopes verde e stout, produzidos especialmente para a festa.

Você pode gostar