Vinho do deserto do Chile chega ao mercado

Rótulo Kalfu, da vinícola Ventisquero, vem da região de Huasco, no Atacama

Por O Dia

Kalfu Kuda Pinot Noir 2013 e Kalfu Sumpai Sauvignon Blanc 2013, da vinícola VentisqueroDivulgação

A região do Vale Central do Chile é conhecida pela maior parte da produção vinícola daquele país. Mas agora outra área começa a ser explorada. Mais ao norte da conhecida região de Limari, em pleno deserto do Atacama, está Huasco, o terroir do Kalfu, produzido pela vinícola Ventisquero. Kalfu batiza uma série de nove vinhos, que vão chegar ao mercado até o final do ano.

Entre as variedades plantadas destacam-se a Sauvignon Blanc, uma das principais castas brancas do Chile, e a Pinot Noir, uvas que se adaptaram bem ao solo calcário e à refrescante brisa marinha, que ameniza as altas temperaturas do deserto.

É uma experiência diferente provar o Kalfu Sumpai Sauvignon Blanc 2013. Ele tem notas de frutas tropicais e toques herbáceos, mas é na mineralidade que ele surpreende, chegando a deixar na boca um pouco da salinidade do Pacífico. Já o Kalfu Kuda Pinot Noir 2013 é elegante e traz a maturidade da caprichosa Pinot Noir, com suas notas apimentadas e frutas vermelhas como cerejas e ameixas. Com estágio em barrica, ele também traz notas de baunilha e chocolate. Sem dúvida, Huasco é um terroir do qual ainda se vai ouvir falar muito.

OUTROS COPOS

Drink de cinema

A Casa Momus homenageia o cineasta italiano Michelangelo Antonioni com o drinque Zabriskie Point. Criado pelo mixologista Lelo Forti, leva Absolut Elyx, pepino, sour mix e xarope de açúcar, e foi inspirado no filme homônimo do cineasta que retrata a contra cultura americana nas décadas de 60 e 70.

Destilado fluminense

Com notas de ipê, cerejeira ou tradicional, purinha ou na caipirinha. Tem para todo gosto na nova carta de cachaças do Rubaiyat, elaborada pela sommelière Deise Novakoski, que selecionou somente rótulos fluminenses para o menu.

Gin real

O gin argentino Principe de los Apostoles, que tem notas defumadas, reina em dois drinques de novas cartas do La Carioca Cevicheria, em Ipanema, e do Brigite's, no Leblon. O primeiro traz o Apostoles Rojo, com frutas vermelhas. Já no Brigite's, a proposta é servi-lo com suco de maracujá, baunilha e pimenta vermelha no Sole di Capri. A nova carta do Brigite's também traz delícias como o refrescante Mellini, uma releitura do Bellini, que leva em vez de pêssego, purê de melão.

Um toque a mais de requinte

A Maison Moët & Chandon resolveu dar um toque a mais de requinte para o champanhe Moët Impérial. Uma edição especial chega ao Brasil com uma garrafa do champanhe Moët Impérial Brut 750ml e duas taças de vidro douradas. O corte é o tradicional da região francesa, com uvas Chardonnay, Pinot Noir e Pinot Meunier. Elas proporcionam um sabor delicado e suave, tornando-a uma bebida versátil, que pode acompanhar desde aperitivos até sobremesas. Já com as taças, é só colocar para gelar e beber.

Paradoxo floral

Todo o frescor dos terroirs da Serra Gaúcha e da Campanha foi engarrafado no espumante Salton Paradoxo. Ele foi elaborado com as uvas Viognier, que dá aromas frutados, lembrando pêssego e damasco; Alvarinho, com uma agradável acidez cítrica; Sauvignon Blanc, com notas de frutas tropicais; e o Malvasia, com toque floral. A combinação dessas quatro variedades é equilibrada com boa acidez, fundamental para um espumante.

Velho Mundo

O sommelier Paulo Nicolay selecionou rótulos do Velho Mundo para o jantar, no dia 22, a quatro mãos, dos chefs Dudu Mesquita e Frederico Ferreira. A ideia nasceu entre a importadora Casa Flora e a Paneterie, um misto de padaria, bistrô e deli. Entre as delícias estão filé ao rôti acompanhado de risoto de queijo azul servido com o vinho Marquês de Borba tinto e tartar de três peixes ao leite de tigre, harmonizado com Chateau Reynon. As reservas podem ser feitas pelo telefone (21) 3627-0109.

Últimas de _legado_Notícia