Gigantes fora do eixo

Poucas vezes, desde 1959, os grandes clubes de futebol do Rio e de São Paulo entraram na competição tão fragilizados como este ano

Por O Dia

Fluminense e Corinthians empataram em 0 a 0 no Maracanã%2C neste domingoAndré Mourão

Juntos, os grandes clubes de Rio e São Paulo conquistaram 43 campeonatos brasileiros desde 1959, ano da primeira edição da principal competição de clubes do país. Porém, poucas vezes desde então os gigantes dos dois estados entraram na competição tão fragilizados como este ano. Claro que a força e a tradição dessas camisas pode superar a penúria financeira em que a maioria deles se encontra, a principal razão dos dramas que enfrentam. O exemplo mais emblemático é o do Corinthians.

De clube mais rico e vencedor do país em 2012, em três anos mergulhou numa preocupante crise financeira. E, ironicamente, seu desejado e sonhado novo estádio é uma das principais causas de suas dificuldades. Toda a renda líquida dos jogos na Arena Corinthians, que desde a sua inauguração ultrapassou a casa dos R$ 40 milhões, está sendo depositada no fundo para pagamento da nova casa. Sem caixa, o clube não conseguiu segurar sua principal estrela, o peruano Guerreiro, que pode ir para o Flamengo. O rival Santos sofre para segurar seu maior ídolo, o atacante Robinho. Semana passada, teve que recorrer a um empréstimo de R$ 8 milhões para acertar dívidas com seu elenco. Sem o dinheiro da ex- parceira Unimed, o Fluminense terá um campeonato difícil, sem grandes pretensões. Mesma situação do Vasco. São Paulo e o novo rico Palmeiras não inspiram confiança. E o Flamengo, que saneou suas finanças, terá que abrir os cofres para montar um time à altura de sua tradição. A vida não está fácil do lado de cá e do lado de lá da Dutra.

EI será o embaixador oficial da Liga Europa

A UEFA escolheu o Esporte Interativo (EI) para ser o embaixador oficial da Liga Europa no Brasil. A competição é a segunda mais importante de clubes do continente. O canal enviou equipe completa para a transmissão da final, que será disputada amanhã em Varsóvia, na Polônia, entre Sevilla da Espanha e o Dnipro da Ucrânia. A estrela do time é o craque Zico, que comentará a decisão. O EI transmitirá a próxima Liga com exclusividade.

Instituto do Tênis tem novos núcleos

Após anunciar o patrocínio da Vivo, o Instituto do Tênis inaugurou mais duas unidades. Agora, o Projeto Massificação do Tênis atende 1,6 mil crianças nas cidades de Araçariguama (SP), Itapevi (SP), Campinas (SP), Santana de Paranaíba (SP), Poá (SP), Araras (SP), Itanhaém (SP) e Vila Velha (ES). O instituto é uma iniciativa da Fundação Lemann, do empresário Jorge Paulo Lemann.

Investcraque

Flávio Canto, ex-judoca medalha de bronze em Atenas 2004

Nos tatames, Flávio Canto foi um dos melhores judocas do país nos anos 90. Seu ápice no esporte foi a conquista da medalha de bronze em Atenas/2004. As lesões o impediram de voos mais altos e acabaram abreviando sua vitoriosa carreira. Sem o quimono, Canto continuou fazendo a diferença. Fundou na favela da Rocinha, no Rio, o Instituto Reação, entidade que revelou talentos como a campeã mundial Rafaela Silva. O também apresentador divide seus investimentos em Bolsa, Fundos de Renda Fixa e Multimercado.

Número da semana

R$ 30 mil

Esse será o valor do box com uma edição especial de vinho do Porto licenciado pelo São Paulo. A bebida foi elaborada em 1930, ano da fundação do São Paulo da Floresta, time que daria origem ao Tricolor do Morumbi. O box trará também três réplicas em cristal dos troféus dos Mundiais conquistados pelo clube

Últimas de _legado_Notícia