Derrota histórica do Brasil para a Alemanha na Copa do Mundo completa um ano

Para muitos, o 7 x 1 se tornou o maior vexame protagonizado por uma equipe de esporte coletivo em uma competição de alto nível

Por O Dia

Amanhã completam-se os primeiros 365 dias daquela que pode ser considerada a maior derrota da história do futebol moderno. É certo que houve goleadas maiores, com os 31 x 0 da Austrália sobre a Samoa Americana pelas eliminatórias da Copa de 2002. Porém, jamais um time campeão do mundo levou sete gols em um jogo de fase decisiva de Mundial. E ainda mais jogando em casa e com o apoio de sua torcida. Para muitos, o 7 x 1 da Alemanha sobre o Brasil se tornou o maior vexame protagonizado por uma equipe de esporte coletivo em uma competição de alto nível, seja em qualquer esporte, categoria ou modalidade.

Klose é substituído e deixa o campo aplaudido em Belo HorizonteReuters

Pela porta dos fundos, o 08/07/2014 entrou para a história como o Dia da Infâmia do esporte brasileiro. Naquela “inesquecível” tarde em Belo Horizonte, Júlio Cesar, David Luiz, Dante, Fred e cia, comandados por Felipão, Parreira e José Maria Marin, em sete atos redimiriam toda uma geração que passou décadas carregando nas costas o peso da derrota de 1950. Porém, a tragédia do Mineirão fez o Maracanazzo virar bala de troco.

David Luiz em prantos após a goleada da Alemanha que acabou com o sonho do hexaReuters

Tão humilhante quando a derrota é a inércia e incompetência daqueles que administraram a maltratada “paixão nacional”. Um anos depois do vexame, o futebol brasileiro só piora. Em campo sofreu derrotas nos três torneios que disputou desde então: os mundiais Feminino e Sub-20 e a pior delas: a recente Copa América do Chile. Fora dele, o ex-presidente da CBF foi preso em uma operação na Suíça, o atual está sob suspeita e um projeto de lei que prometia mudar a gestão do esporte corre o risco de ir para a lata do lixo. O 7 x 1 parece eterno.

Últimas de _legado_Notícia