MP investiga denúncia de possível compra de votos em Arraial do Cabo

Prefeitura nega as acusações e diz que denúncia não possui fundamento

Por O Dia

Município afirma que última distribuição de cestas básicas ocorreu no mês de agosto
Município afirma que última distribuição de cestas básicas ocorreu no mês de agosto -
Arraial do Cabo - O Ministério Público Estadual (MPE-RJ) instaurou um inquérito para apurar denúncias de possíveis compras de votos, em Arraial do Cabo, na Região dos Lagos do Rio. Segundo a denúncia recebida pelo MP, o município teria instalado centros de administração regional onde estariam sendo distribuídas cestas básicas com santinhos relacionados ao prefeito Renatinho Viana, que é candidato à reeleição na cidade pelo partido Republicanos.

O município, no entanto, nega as acusações e diz que a denúncia é “totalmente sem fundamento”. De acordo com a Prefeitura de Arraial do Cabo, a última distribuição de cestas básicas ocorreu no dia 5 de agosto e foi entregue às pessoas que tiveram suas rendas afetadas pela pandemia da Covid-19. O município disse ainda que, na ocasião, o MP foi convidado para acompanhar o processo e distribuição.

De acordo com a denúncia, as possíveis compras de votos estariam ocorrendo no distrito de Figueira, e nos bairros Sabiá e Parque das Garças. O procedimento para apurar a denúncia foi instaurado pelo MP no início deste mês. Se for comprovada, a prática configuraria abuso de poder político e ou econômico, previsto na lei de crimes eleitorais.

Com relação à denúncia de distribuição de santinhos para a campanha de reeleição do prefeito, o município disse à reportagem de O Dia que a assessoria do partido Republicanos informou que os santinhos da campanha ainda não foram impressos.

Comentários