Por SELECT ART

Demorou para a Documenta escalar um coletivo na direção artística do “museu de 100 dias”, assim como demorou para reconhecer que artistas podiam se responsabilizar por isso e, por fim, para reconhecer que as artes visuais extrapolam seus próprios limites. Porém, com a escolha do ruangrupa, um coletivo indonésio baseado em Jacarta, o comitê de seleção do megaevento deu um passo gigante para corrigir essas falhas.

Desde 2000, entre sessões de karaokê, festivais de música, programas de vídeo e bienais de arte, o ruangrupa mostra sua versatilidade e capacidade de reflexão crítica em larga escala. Apesar de desconhecido de um certo mundo da arte – comercial, atomizado e objetual –, que insiste em se enxergar como o único mundo da arte, o ruangrupa já tem bastante conexões no Brasil, por ter participado da 31ª Bienal de São Paulo, mas também como membro do Arts Collaboratory (projeto colaborativo transnacional que reúne 25 iniciativas do Sul Global e se tornou uma referência para iniciativas autônomas aqui).

Mas sua nomeação não deixa de ser audaciosa, considerando que o comprometimento do coletivo é muito menos com os rumos da arte contemporânea e bem mais com a vida – “faça amigos, não arte” é um dos seus slogans. Mas, como um de seus integrantes lembra, a Documenta foi justamente criada para reconectar a Alemanha com o resto do mundo, cuidando das feridas da Guerra e trazendo à tona o que foi estigmatizado pelos nazistas como arte degenerada; ou seja, a exposição nasce de um impulso vital. Um desafio para a Documenta hoje pode ser, então, entender como endereçar as violências das guerras coloniais que marcam o contexto global atual.

Mas até que ponto o ruangrupa pode inventar outra estrutura dentro da Documenta – mais processual, difusa e menos espetacular? Simetricamente, há de se pensar se o sofisticado maquinário da exposição quinquenal não vai travar qualquer iniciativa que o transborde. Em conversa com farid rakun, integrante do coletivo, abordamos essas questões, ao mesmo tempo que discutimos as práticas colaborativas e as evoluções recentes do ruangrupa, que está, inclusive, se reinventando e mudando de nome, a partir de novas alianças com outras iniciativas.

Benjamin Seroussi: Trabalhamos juntos em 2014 na 31ª Bienal de São Paulo. Gostaria de aproveitar a oportunidade para me atualizar sobre os projetos do ruangrupa e sua governança interna. O texto que escreveram em 2015 para o 15º aniversário foi um verdadeiro esforço para mostrar onde vocês se situavam. Você ainda o considera relevante ou as coisas mudaram?

farid rakun: Muitas coisas mudaram. Talvez seja bom te contar por meio de uma linha do tempo. Em 2015, enquanto fazíamos a Bienal de Jacarta, encontramos um espaço de um antigo armazém com 6 mil metros quadrados de área interna. No início de 2016, decidimos tomar/ocupar aquele espaço, como vocês fizeram com a Casa do Povo… de maneira diferente, é claro, mas basicamente ocupando… pagando aluguel, porém… O aluguel era por dois anos – 2016-2018. Deixamos nossa casa alugada, convidamos outros coletivos para se mudarem conosco, ocupando todos os espaços juntos e construímos o que na época víamos como um9.972657c-26.386718-41.96875-40.320312-90.476562-40.296875-140.28125.054688-145.332031 118.304688-263.570312 263.699219-263.570312 70.40625.023438 136.589844 27.476562 186.355469 77.300781s77.15625 116.050781 77.132812 186.484375c-.0625 145.34375-118.304687 263.59375-263.59375 263.59375zm144.585938-197.417968c-7.921875-3.96875-46.882813-23.132813-54.148438-25.78125-7.257812-2.644532-12.546875-3.960938-17.824219 3.96875-5.285156 7.929687-20.46875 25.78125-25.09375 31.066406-4.625 5.289062-9.242187 5.953125-17.167968 1.984375-7.925782-3.964844-33.457032-12.335938-63.726563-39.332031-23.554687-21.011719-39.457031-46.960938-44.082031-54.890626-4.617188-7.9375-.039062-11.8125 3.476562-16.171874 8.578126-10.652344 17.167969-21.820313 19.808594-27.105469 2.644532-5.289063 1.320313-9.917969-.664062-13.882813-1.976563-3.964844-17.824219-42.96875-24.425782-58.839844-6.4375-15.445312-12.964843-13.359374-17.832031-13.601562-4.617187-.230469-9.902343-.277344-15.1875-.277344-5.28125 0-13.867187 1.980469-21.132812 9.917969-7.261719 7.933594-27.730469 27.101563-27.730469 66.105469s28.394531 76.683594 32.355469 81.972656c3.960937 5.289062 55.878906 85.328125 135.367187 119.648438 18.90625 8.171874 33.664063 13.042968 45.175782 16.695312 18.984374 6.03125 36.253906 5.179688 49.910156 3.140625 15.226562-2.277344 46.878906-19.171875 53.488281-37.679687 6.601563-18.511719 6.601563-34.375 4.617187-37.683594-1.976562-3.304688-7.261718-5.285156-15.183593-9.253906zm0 0"/>