Bons ventos do mercado automotivo

Primeiro semestre do ano registra aumento de vendas. Chevrolet Onix e Hyundai HB20 seguem no topo da lista de carros zero quilômetro mais emplacados

Por Lucas Cardoso

Setor teve alta de 13,6% de janeiro a junho, comparado ao mesmo período de 2017 -

Rio - As vendas de carros zero quilômetro cresceram 13,6% no primeiro semestre de 2018. Dados divulgados pela Federação Nacional dos Distribuidores de Veículos Automotores (Fenabrave) indicam que o acumulado de janeiro a junho é de 1.12 milhão de modelos emplacados, contra 991 mil verificados no mesmo período do ano anterior. O Chevrolet Onix segue no topo da lista geral de vendas. Graças ao hatch, a marca também está na liderança de participação do mercado.

Para o coordenador acadêmico de cursos da área automotiva da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Antonio Jorge Martins, o setor vem crescendo, mas de maneira contida. "O resultado positivo das vendas é um reflexo da recuperação da economia e da redução no endividamento", explica o especialista.

Apesar da lenta reação do mercado, alguns modelos registraram resultados expressivos em número de emplacamentos. É o caso do hatch médio Onix da Chevrolet. De janeiro a junho, foram vendidas cerca de 89 mil unidades. A folga para o segundo colocado na lista geral de modelos mais emplacados, o Hyundai HB20, é de quase quarenta mil unidades. O modelo da marca coreana vendeu 50.419 carros.

"Além do visual imponente e dos itens que sugerem um requinte maior, o Onix tem vantagem sobre a maioria dos concorrentes na hora de cotar o seguro, pois é menos visado por assaltantes", explica a gerente de vendas da concessionária Dig (Chevrolet), Flaviane Velasco. 

Os dois lançamentos da Volkswagen Polo e Virtus também registraram bom crescimento no período. O segundo, inclusive, já está na liderança do segmento dos sedãs compactos com mais de 16 mil unidades vendidas. O modelo tem pouco mais do que o dobro de emplacamentos do segundo colocado no segmento, o Chevrolet Cobalt (8.390).

Já no caso dos sedãs médios, o Toyota Corolla segue na liderança com mais de 28 mil unidades vendidas. Juntos, Honda Civic e Chevrolet Cruze, que são segundo e terceiro colocados, respectivamente, não alcançam o modelo.

O segmento dos SUVs foi o que registrou a batalha mais acirrada pela liderança de vendas. De janeiro a junho, o Jeep Compass foi o modelo que se saiu melhor, com 28.194 unidades emplacadas.

Expectativa

Apesar do crescimento de vendas no semestre, o especialista da FGV projeta uma redução no percentual de crescimento até o fim do ano. "A alta vista no primeiro trimestre já não aconteceu no segundo, devido à greve dos caminhoneiros e à Copa do Mundo. Com as eleições vindo aí, acredito que o setor não deva crescer muito mais", prevê Jorge Martins.

Mustang supera o resultado de todos os concorrentes

Entre os modelos esportivos disponíveis no Brasil, não só o antigo líder foi desbancado, como ele aparece em último lugar no semestre. Trata-se do Chevrolet Camaro, que emplacou apenas 17 unidades neste ano.

O veículo que assumiu o protagonismo da categoria é Ford Mustang. O muscle car esgotou todas as 630 unidades disponibilizadas antes mesmo de chegar às concessionárias. Diante disso, fica claro que a marca americana do cavalinho demorou para trazer o modelo ao mercado nacional.

Galeria de Fotos

Setor teve alta de 13,6% de janeiro a junho, comparado ao mesmo período de 2017 Divulgação
Ford Mustang chegou para superar o concorrente Camaro Divulgação
Central multimídia é um dos pilares importantes na hora da decisão . Modelo mais vendido, o Chevrolet Onix, conta com o equipamento Divulgação
Modelo da Chevrolet é o campeão de vendas no mercado nacional. Onix vendeu 89 mil unidades no primeiro semestre Fotos Divulgação

Comentários

Últimas de Automania