Elétricos e híbridos são destaque no Salão do Automóvel de São paulo

Cinco montadoras confirmaram a chegada de modelos movidos a energia limpa até o final de 2019. Dois modelos já estão em pré-venda

Por Lucas Cardoso

O Renault Zoe é vendido no Brasil desde 2013, quando chegou ao mercado nacional. Contudo, pelo seu valor, era vendido apenas para empresas
O Renault Zoe é vendido no Brasil desde 2013, quando chegou ao mercado nacional. Contudo, pelo seu valor, era vendido apenas para empresas -

São Paulo - Elétricos, híbridos e autônomos. O futuro da mobilidade urbana brasileira está em exposição no quarto maior evento dedicado à indústria automotiva do mundo, o Salão do Automóvel de São Paulo, que abriu as portas para o público nesta quinta-feira. Chevrolet (Bolt), Nissan (Leaf) e Renault (Zoe) anteciparam o futuro e confirmaram o lançamento de modelos movidos a eletricidade já para o ano que vem. O evento ainda apresenta conceitos para os próximos 10 ou 20 anos e conta com SUVs para todos os lados. Além disso, modelos como o A8 da Audi, que praticamente andam sozinhos, já são uma realidade.

Com estreia confirmada para 2019, os modelos elétricos de menor valor chamaram a atenção da 30ª edição do salão de São Paulo. O Chevrolet Bol, que já era especulado no mercado nacional há tempos e tem autonomia de 380 quilômetros, foi o primeiro carro com tomada anunciado no salão e vai custar R$ 175 mil.

O Chevrolet Bolt foi o primeiro elétrico confirmado no salão. Modelo possui autonomia que supera os 300 km e motor forte capaz de gerar força equivalente a 200 cavalos - Lucas Cardoso

Além do modelo americano, o japonês Leaf da Nissan também teve seu desembarque confirmado para 2019. Equipado com motor elétrico de 150 cavalos, o veículo já está em pré-venda por R$ 178 mil. O mesmo vale para o Zoe da Renault, que também já pode ser adquirido pelo menor preço de todos: R$ 149 mil.

A segunda geração do Nissan LEAF, o veículo 100% elétrico mais vendido do mundo, foi apresentado durante a coletiva de imprensa da Nissan na 30ª edição do Salão Internacional do Automóvel de São Paulo - Lucas Cardoso

Outro elétrico que deverá chegar ao mercado nacional no ano que vem, segundo promessa da Kia, é o Soul EV. O modelo tem 320 quilômetros de autonomia de bateria. Segundo a marca chinesa, a definição da data de lançamento sairá após a decisão do Rota 2030, que prevê redução de impostos para esse tipo de veículo.

Desenvolvido também para o jogo de vídeo game Gran Turismo, o Audi E-Tron de produção foi exposto no salão camuflado. Mas já está em fase final para chegar. À princípio, a estreia foi definida para o segundo semestre do próximo ano por R$ 400 mil. Como já era de se esperar, os SUVs também foram a sensação do dia, com destaque para lançamentos como o novo modelo de porte médio da Ford, o Territory, o EcoSport sem estepe na porta, o Stonic da Kia e a nova geração do Hyundai Santa Fe.

Mas também teve espaço para os grandes motores a combustão dos superesportivos. Entre eles, o 911 GT3 RS com motor 4.0 de 520 cavalos de potência, capaz de acelerar de zero a 100 km/h em 3,2 segundos, a linha 2019 do Chevrolet Camaro com visual renovado e melhor relação peso-potência do segmento e o McLaren Senna, avaliado em R$ 8 milhões. Ou seja, um milhão para cada cem cavalos do motor V8 Biturbo.

Segundo os executivos da Volkswagen, a picape Tarok apresentada no salão está bem perto do projeto final do modelo - Lucas Cardoso

Conceitos

A Volkswagen mostrou o conceito da sua nova picape compacta Tarok. O utilitário chega com visual agressivo e para concorrer com a Fiat Toro. A marca italiana também mostrou o design do que será o seu novo crossover. Chamado de FastBack (8), o modelo mistura características de SUVs e sedãs.

Chamado de FastBack, modelo da Fiat tem altura de SUV, mas formas de sedã. Carro-conceito conta com rodas em três dimensões e retrovisores por câmeras - Lucas Cardoso

Híbrido

Para os próximos anos, a Volkswagen confirmou a chegada do Golf GTE, versão híbrida do hatch esportivo da marca. A configuração tem dois motores: 1.4 turbo a gasolina de 150 cavalos e o segundo elétrico de 102 cv. Juntos, os dois propulsores geram 204 cv e torque máximo de 35,6 quilos. Já o câmbio é um automático de dupla embreagem do tipo DSG, mesmo utilizado no GTI.

Galeria de Fotos

O Renault Zoe é vendido no Brasil desde 2013, quando chegou ao mercado nacional. Contudo, pelo seu valor, era vendido apenas para empresas Lucas Cardoso
Salão do Automóvel fotos Lucas Cardoso
O Stonic, SUV compacto da Kia virá equipado com um motor 1.6 flex importado do México, assim como acontece com o sedã Cerato e com o utilitário esportivo 'grandalhão' Sorento Lucas Cardoso
O Kia Soul EV é equipado com bateria de polímero de lítio, posicionada sob o piso, refrigerada a ar, de 200 watts. O modelo ainda conta com frenagem regenerativa, que aproveita o movimento de parada do carro para recarregar o carro. Lucas Cardoso
Chamado de FastBack, modelo da Fiat tem altura de SUV, mas formas de sedã. Carro-conceito conta com rodas em três dimensões e retrovisores por câmeras Lucas Cardoso
O Chevrolet Bolt foi o primeiro elétrico confirmado no salão. Modelo possui autonomia que supera os 300 km e motor forte capaz de gerar força equivalente a 200 cavalos Lucas Cardoso
Segundo os executivos da Volkswagen, a picape Tarok apresentada no salão está bem perto do projeto final do modelo Lucas Cardoso
A segunda geração do Nissan LEAF, o veículo 100% elétrico mais vendido do mundo, foi apresentado durante a coletiva de imprensa da Nissan na 30ª edição do Salão Internacional do Automóvel de São Paulo Lucas Cardoso
O McLaren Senna, modelo que homenageia o multicampeão da Formula 1 Ayrton Senna, tem 800 cavalos de potência e acelera de zero a 100 km/h em assustadores 2,8 segundos Lucas Cardoso

Comentários

Últimas de Automania