Quarta geração do Honda Fit adota visual mais conservador

Apresentado no Salão de Tóquio, monovolume chega com desenho 'clean' e nova versão aventureira

Por Lucas Cardoso

Dianteira perde aspecto de continuidade com capô mais alto na nova geração
Dianteira perde aspecto de continuidade com capô mais alto na nova geração -

Rio - Demorou, mas chegou. A Honda acaba de apresentar a quarta geração do Honda Fit. Fabricado no Brasil desde 2003, a nova linha do monovolume foi lançada pela durante a edição deste ano do Salão de Tóquio, no Japão, que começou ontem e segue até 4 de novembro. Chamado lá fora de Jazz, o modelo ganha espaço interno, mas mantém flexibilidade do modelo.

A começar pelo design, perde vincos acentuados, característicos da linha atual, para adotar visual mais arredondado. Na dianteira, o para-choque traz abertura trapezoidal invertida ampla e grade, que antes era cromada, agora adota a cor do carro. O capô fica mais elevado e os faróis adotam formato com menos 'pontas' e assinatura em LED que acompanha o contorno do projetor principal.

Do lado, é possível ver as colunas dianteiras e traseiras mais acentuadas, que abrem espaço para um vigia maior. Acompanhando o movimento, a linha de cintura do Fit também foi elevada. Assim como na dianteira, as lanternas abandonam o visual afilado com LEDs que sobem em direção ao teto e aderem ao desenho arredondado. 

O interior muda bastante em relação a geração atual. O painel central agora tem linhas retas e só traz cortes na região do painel de instrumentos e saídas de ar-condicionado laterais. Maior e com tela destacada, a central multimídia do Fit 2020 deve trazer o novo sistema da marca. 

O console da nova geração também adota o desenho simplista para acomodar a alavanca do câmbio, botões seletores de modos. O desenho deixa mais visível as entradas USB e HDMI. Ainda no interior, chama a atenção o volante com apenas dois raios. Portas e bancos tiveram acabamento também aprimorado. 

Entre as inovações, o novo Honda Fit vem com Wi-Fi hot spot, Android Auto e Car Play e Honda Sensing, com controle de cruzeiro adaptativo, leitor de faixa e alerta de colisão.

Previsto para chegar às concessionárias japonesas no início do ano que vem, o modelo será vendido em quatro versões tradicionais (Basic, Home, Ness e Luxe) e a nova aventureira Crosstar.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Dianteira perde aspecto de continuidade com capô mais alto na nova geração Divulgação
Fora do Brasil, a nova geração do Honda Fit é chamada de Jazz. Dianteira perde aspecto de continuidade com capô mais alto na nova geração. Interior muda design do painel, console, volante e cluster, mas mantém porta-copos à frente da saída de ar-condicionado Divulgação
Interior muda design do painel, console, volante e cluster. Marca manteve porta-copos à frente da saída de ar-condicionado próximo ao motorista Divulgação
Nova geração mantém flexibilidade da atual ao permitir a elevação completa e rebatimento do assento traseiro Divulgação

Comentários