Honda Civic já mudou de visual lá fora, mas ainda não há previsão de atualização por aqui Divulgação

Por IG - Carros
Seguir o calendário global nem sempre é possível para as fabricantes, ainda mais em tempos de crise. Faltam investimentos em fábricas, componentes na indústria e previsibilidade em torno do fim da pandemia de Covid-19. Com isso, muitos veículos ficaram defasados por aqui.
A reportagem do iG Carros lista 5 modelos que estão defasados no Brasil na comparação com os mercados americano, europeu e asiático. Confira todas as informações sobre quando serão atualizados.

1 - Honda Civic

Atual geração do Honda Civic pode durar no Brasil até o final de 2022, quando o modelo novo é aguardadoCaue Lira/iG
Publicidade
A Honda lançou o Civic 2022 na Ásia e América do Norte, com previsão de chegada às concessionárias nas próximas semanas. Em sua nova geração, o sedã médio ganhou novos equipamentos, recursos de tecnologia e motores aspirados e turbo que entregam até 180 cv de potência. Mas o novo Civic ainda deve demorar para chegar ao Brasil.
Isso porque o sedã médio deixará de ser fabricado em Sumaré (SP) para ser importado ao Brasil. Com novos recursos de tecnologia e dólar em alta, produzir o Civic em solo brasileiro faria o seu valor extrapolar a categoria, que já não vende bem como antes.
Publicidade
Com isso, a Honda deverá elevar o preço do City na próxima geração –  esperada para este ano –  e posicionar o Civic acima de R$ 130 mil. Sua chegada é aguardada para o final de 2022, já como modelo 2023.

2 - Fiat Doblò

Multivan está absurdamente defasada na comparação com o resto do mundo, onde modelo foi totalmente renovadoDivulgação
Lançado no Brasil em 2001, o Fiat Doblò sempre se destacou pelo amplo espaço interno e versatilidade. A Fiat nunca renovou completamente o modelo – um dos mais longevos de nosso mercado – mas sempre adicionou novos equipamentos, substituiu a parte mecânica e redesenhou itens como faróis, para-choques e lanternas.
Publicidade
Enquanto ainda temos a primeira geração nas concessionárias brasileiras, o Doblò já se encontra em sua terceira geração na Europa. Com visual mais moderno e uma proposta menos utilitária, a minivan ganhou ares de Kia Soul e motores turbo para continuar competitiva no velho continente.

Você viu?

A Fiat não tem planos de lançar o modelo renovado no Brasil, mesmo que o Doblò nacional feito em Betim (MG) já tenha excedido seu ciclo de vida em muitos anos. O modelo é um dos cotados a deixar de ser produzido nos próximos meses, ao lado do Fiat Uno.

3 - Toyota Yaris

Mudanças do Toyota Yaris não devem demorar para serem integradas ao modelo nacionalDivulgação
Publicidade
reestilização de meia-vida da atual geração do Yaris já foi lançada nas Filipinas, onde o modelo compacto atende pelo nome Vios. Trata-se de uma mudança bem tímida no visual, com novas rodas, luzes em LED e para-choques redesenhados.
Abaixo do capô, o Yaris filipino é exatamente igual ao nosso, com uma gama de motores 1.3 e 1.5 e câmbio automático do tipo CVT. A Toyota ainda não tem planos de substituir o conjunto mecânico do Yaris nacional, que é produzido em Sorocaba (SP).
Publicidade
Isso deverá ficar para a próxima geração, que é aguardada no Brasil em meados de 2024. Conforme apurado por nossa reportagem, a fabricante japonesa pretende lançar ao menos uma versão híbrida para o nosso mercado na próxima geração. 

4 - VW Tiguan

Volkswagen estuda um novo posicionamento para a reestilização do Tiguan, que chega ao Brasil em 2022Divulgação
O Tiguan europeu foi renovado em 2020 para manter a competitividade contra os rivais mais modernos, ganhando até mesmo uma versão híbrida inédita. No início do segundo trimestre de 2021, a Volkswagen confirmou a chegada do facelift ao modelo americano, onde é produzido em Puebla (México). De lá, o SUV será importado ao Brasil em 2022.
Publicidade
Portanto, ainda teremos ao menos um ano com o Tiguan atual nas concessionárias. A Volkswagen estuda um novo posicionamento para o SUV médio, que deve perder as versões mais baratas de cinco lugares para focar nos modelos de sete. Dessa forma, a fabricante poderá evitar uma eventual canibalização com o novo Taos.

5 - Nissan Frontier

Nissan Frontier foi renovada no México, Oceania e Ásia; não há previsão de lançamento para a América do SulDivulgação
A Nissan Frontier renovada foi apresentada em novembro de 2020 com novo visual, pacote de tecnologia e recursos de segurança. O modelo segue calendários distintos ao redor do mundo, portanto, a nova picape será vendida apenas no México, Oceania e Ásia em um primeiro momento. 
Publicidade
A Frontier renovada ganhou visual da Titan, modelo médio-grande que disputa com Ford F-150 e Chevrolet Silverado em todo o mundo. A mecânica é a mesma do modelo vendido no Brasil, importado da Argentina: motor 2.3 turbodiesel de 160 cv ou biturbodiesel de 190 cv de potência, com câmbio manual de seis marchas ou automático de sete.
Não há previsão para o lançamento da nova Nissan Frontier no Brasil. A fabricante japonesa se diz satisfeita com o desempenho do produto no Mercosul e não pretende mudar radicalmente o visual do modelo argentino.