Dor de cabeça após a compra e primeiro carro

O cliente Ronaldo Gomes reclamou de orientação equivocada passada por pessoal da concessionária. A leitora Alana Camily elogia o atendimento da Multimarcas Dacar

Por

Alana Camily teve problemas em outras lojas para adquirir seu primeiro carro -

Rio - A coluna 'No sinal' é um ambiente aberto aos leitores, voltado a críticas, elogios e sugestões no mercado automotivo. Produtos ou serviços prestados por concessionárias, revendedores, multimarcas, centros automotivos, lojas de autopeças e oficinas também costumam gerar registros de reclamações entre os consumidores em portais na internet. Se você quiser fazer o seu registro, pode entrar em contato conosco por aqui, pelo e-mail automania@odia.com.br.

PRIMEIRO CARRO NÃO SE ESQUECE

A leitora Alana Camily procurou a coluna para elogiar o atendimento recebido na multimarcas Dacar, na Intendente Magalhães. Recém-habilitada, ela sonhava com a aquisição do seu primeiro carro. "Por ser muito jovem e não ter experiência de crédito, a maioria das lojas rejeitavam a minha ficha, mas eles resolveram tudo. Além disso, fizeram transferência e liberação do carro com transparência e agilidade", conta a cliente, que adquiriu um Mobi Like 1.0.

DOR DE CABEÇA APÓS A COMPRA

Ronaldo Gomes, cliente da Hayasa (Rio das Ostras), concessionária Honda, reclama que teve seu carro apreendido e foi multado devido a um erro do atendimento. "Eles me disseram que eu poderia rodar apenas com o CRLV e, por conta disso, tive que ficar sem meu carro por cinco dias. Isso sem contar todos os problemas", conta Ronaldo. Segundo ele, outro problema foi a falta do manual original do carro. Procurada, a Hayasa informou que o caso já foi esclarecido e que o manual já foi solicitado. 

Comentários

Últimas de No sinal