Após votação, Eduardo Cunha decreta feriado na Câmara por uma semana

Crise econômica e retomada do crescimento ficaram em segundo plano

Por gabriela.mattos

Brasília - A crise econômica e a retomada do desenvolvimento no país foi relegada a segundo plano pela Câmara dos Deputados após a votação do impeachment na noite de domingo. Satisfeito com o resultado da votação, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, decretou feriado na Casa, que começou nesta segunda-feira e se estenderá até o próximo domingo. 

Cunha dá folgão a colegas após sessãoAntonio Cruz/Agência Brasil - 10.03.16

“Dessa vez, excepcionalmente, não dá pra negativar a imagem do Parlamento, porque a gente trabalhou quinta, sexta, sábado e domingo de madrugada”, justificou Eduardo Cunha, referindo-se à conhecida fama da Câmara de produzir muito pouco diante das muitas demandas do país.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia