Por thiago.antunes

Brasília - Em meio a protestos em frente ao Palácio do Jaburu, Michel Temer (PMDB) recebeu na tarde deste sábado o ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles e o ex-ministro das Cidades e presidente do PSD, Gilberto Kassab.

O encontro também teve a presença do presidente do PMDB, senador Romero Jucá. Meirelles é um dos nomes cotados para assumir o Ministério da Fazenda em um eventual governo Temer, caso o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff avance no Senado. O ex-BC é filiado ao PSD de Kassab.

Acesso à residência oficial de Michel Temer foi alvo de protestos Fabio Rodrigues Pozzebom / Abr

Após o encontro, Meirelles voltou a dizer que não recebeu convite por parte de Temer para ocupar o cargo de ministro da Fazenda. Ele acrescentou que está disposto a aconselhar Temer, como sempre fez.

Mais cedo, um grupo de cerca de 150 pessoas fez um protesto em frente à residência oficial do vice-presidente da República. O movimento, intitulado “Escracho contra Temer”, tem o objetivo, segundo os organizadores, de denunciar o “golpe” que vem sendo articulado pelo vice-presidente e o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, contra a presidente Dilma Rousseff. (Estadão Conteúdo)

Você pode gostar