Teori manda arquivar inquérito sobre o deputado Júlio Delgado

O ministro atendeu a um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), que alegou falta de provas

Por lucas.cardoso

Brasília - O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou o arquivamento do inquérito que investigava o deputado federal Júlio Delgado (PSB-MG) na Operação Lava Jato. O ministro atendeu a um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), que alegou falta de provas.

Delgado teria recebido R$ 150 mil em doações para campanhaNilson Bastian/Câmara dos Deputados

O inquérito sobre Delgado foi aberto no ano passado após o nome do parlamentar ter sido citado pelo empresário Ricardo Pessoa, dono da UTC, em depoimento de delação premiada na Operação Lava Jato. Em um dos depoimentos, o empresário disse que fez doações para as campanhas de 18 políticos, entre eles, Delgado, que teria recebido R$ 150 mil.

Também por falta de indícios, Zavascki atendeu pedido do procurador-geral e determinou o arquivamento do inquérito contra o deputado federal Simão Sessim (PP-RJ).

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia