Coluna Esplanada: Dupla derrota

Com renúncia, Cunha vê seus projetos de flexibilização da venda de armas e a redução da maioridade penal caindo na gaveta de Renan Calheiros, presidente do Senado

Por adriano.araujo , adriano.araujo

Rio - Não deixa de ser uma derrota dupla para Eduardo Cunha. Além da renúncia ao cargo de presidente, vê seu legado na Câmara caindo na gaveta do não tão aliado Renan Calheiros, presidente do Senado. Não vão passar no Congresso dois projetos tão comemorados por Cunha e os deputados: a flexibilização da venda de armas e a redução da maioridade penal (que teve até votação repetida quando Cunha era um trator).

Gol...

Pelé, que se casou novamente há dias, passa por dificuldades financeiras. Daí ter feito leilão de peças históricas suas em Londres.

...contra

Há mais de dez anos, Pelé deu um presente a um amigo pastor, uma concessão nacional de televisão. Hoje vale mais de R$ 100 milhões. É a TV Gênesis, da Sara Nossa Terra.

Só farra

No último dia de gestão, a então ministra da Agricultura Kátia Abreu mandou R$ 1 milhão para uma feira agropecuária em Palmas, sua terra. E o lavrador que se dane.

Tempo fechou

Bastou Carlinhos Cachoeira, o todo-poderoso do Centro-Oeste, mandar recado para alguns poderosos de que abriria a comporta e causaria enxurrada. De repente, em uma semana, um desembargador federal e um ministro do STJ mandaram a turma para casa.

No Jô

Jô Soares exibe hoje a entrevista que fez com o ministro do Esporte, Leonardo Picciani, na qual abordou do PMDB aos Jogos Olímpicos, passando pelo caso Eduardo Cunha. A CBF ganhou capítulo à parte. O ministério planeja mecanismos de acompanhamento das ações da entidade.

Leonardo Picciani participa do programa do Jô desta segunda-feiraRicardo Martins / Divulgação

Trégua

Nem tudo é pesadelo para Eduardo Cunha. Na noite de sábado foi visto com a mulher Cláudia e filhas comemorando o aniversário de uma delas no restaurante Tejo em Brasília. Cantaram Parabéns e a turma das outras mesas acompanhou, não se sabe com que intenção.

Memória dos Jogos

O Rio comemora a chegada dos Jogos Olímpicos, mas vale ressaltar que a luta é antiga. No início dos anos 90, o então deputado federal Paulo Octavio lançou o projeto Brasília 2000, ganhou apoio de empresários e chefes de Estado, e um comitê rodou o mundo em campanha. Mas o impeachment de Fernando Collor derrubou o sonho.

Bandeira erguida

De alguma forma, o projeto empreendedor de fazer a capital federal sede dos Jogos fez o mundo olhar mais para o Brasil. Foi o pontapé para o COI aceitar a proposta do Rio.

Doutor Provedor

O juiz Francisco Horta, empossado em 2014 como provedor da Santa Casa no Rio, foi reeleito para o cargo. Ele entrou após Dahas Zarur ser afastado por denúncias.

Jango Herói

A Comissão de Cultura da Câmara aprovou o nome do ex-presidente João Goulart no livro dos Heróis da Pátria. Eleito vice em 1960, ele teve mais votos que o presidente Jânio Quadros. Jango assumiu a presidência em 1961.

Inferno eleitoral

Deputado que soltou confete literalmente na tribuna contra Dilma Rousseff, e que mudou voto no Conselho de Ética para trair Eduardo Cunha, Wladimir Costa acaba de ser cassado pelo TRE do Pará por fraude eleitoral. Mas não para nisso. Paulinho da Força vai tirar dele o comando do Solidariedade no Estado.

Desencontro

O ministro das Cidades, Bruno Araújo, jura que não falou sobre combate a milícias no ‘Minha Casa, Minha Vida’ para o padre Pedro Stephen, que jura por Deus que ouviu a promessa dele. O religioso protege famílias do Rio refugiadas no DF.

Ponto Final

Cuidado, criançada, o pastor Felipe Garcia está nas ruas.

Coluna de Leandro Mazzini. Com Equipe DF, SP e PE / reportagem@colunaesplanada.com.br. Twitter @colunaesplanada / Facebook : Coluna Esplanada.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia