Mais Lidas

Atriz do 1º beijo da TV brasileira, Vida Alves morre aos 88 anos

Artista também foi protagonista do 1º beijo gay, ao lado de Georgia Gomide

Por caio.belandi

São Paulo - Morreu em São Paulo, na noite desta terça-feira, a atriz Vida Alves, aos 88 anos, vítima de falência múltipla dos órgãos. Ela estava internada no hospital desde 28 de dezembro. Seu corpo está sendo velado no Cemitério do Araçá, no Centro de São Paulo.

A atriz Vida Alves tinha 88 anosDivulgação/Pró-TV

Com quase 80 anos de carreira e também escritora, a mineira de Itanhandu, Vida Amélia Guedes Alves, marcou a história da televisão brasileira ao protagonizar, ao lado do ator e diretor Walter Forster, o primeiro beijo em uma telenovela, em 1951. A atriz atuava em "Sua Vida Me Pertence", da TV Tupi.

Já em 1964, Vida Alves novamente foi pioneira, dessa vez em um teleteatro. Em "A calúnia", também da Tupi, deu um beijo gay em cena com a atriz Geórgia Gomide.

Em 1995, a artista criou a Associação dos Pioneiros Profissionais e Incentivadores da Televisão Brasileira, a "Pró-TV", iniciativa para preservar a memória da televisão da qual era presidente.

Vida Alves também era avó da cantora Tiê, da balada "A Noite", e tia do cineasta Lael Rodrigues, diretor que fez sucesso nos anos 80 com os filmes "Bete Balanço" e "Rádio Pirata".

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia