Mais Lidas

Esplanada: Governo gastará 1,5 milhão por dia para manter Exército no Rio

Serão, por baixo, R$ 225 milhões até o fim do ano apenas para patrulhar a cidade e dar uma sensação de segurança aos cariocas e visitantes

Por thiago.antunes

Brasília - O Governo federal vai gastar R$ 1,5 milhão por dia para manter as tropas do Exército no Rio de Janeiro até 31 de dezembro, revelou o presidente Michel Temer a seleto grupo ontem, em visita à cidade.

Serão, por baixo, R$ 225 milhões até o fim do ano apenas para patrulhar a cidade e dar uma sensação de segurança aos cariocas e visitantes. Não é a primeira vez que o Exército toma as ruas da capital pela ordem. Foi assim no complexo do Alemão, há seis anos, e pelo visto sem resultados. 

Desatenção

O governador do Rio, Luiz Pezão, recebeu e encaminhou pelo WhatsApp fotos de PMs distraídos, flagrados mexendo nos celulares em diferentes pontos, até numa favela.

Alerta no QG

Pezão mandou as fotos para o comandante-geral da PM e para o secretário de Segurança. Discute-se no Palácio proibir soldados de saírem do QG com celular.

Patriotas

Jair Bolsonaro condicionou sua filiação ao PEN à mudança de nome, antecipou a Coluna nas redes sociais no domingo. Estuda-se ‘Patriotas’ ou a volta do ‘PRONA’.

Drible

O futuro ex-PEN pode se coligar com o PTB nos Estados. Bolsonaro atira verbalmente, mas cuida de si. Não será surpresa para próximos se ele disputar o Governo do Rio.

Voo solo

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, já trata abertamente com aliados sobre eventual candidatura a presidente. Ele recebeu há dias no Palácio Bandeirantes o líder do PTB regional, o deputado estadual Campos Machado, que prometeu apoio ao tucano.

Reforço

Na contrapartida, Campos Machado revelou a Alckmin que o PTB paulista não descarta lançar candidato próprio ao Governo. A legenda foi a que mais cresceu em números de prefeitos e vices em São Paulo na eleição de 2016.

Escola Dória

João Dória Jr fez escola. O milionário Vittorio Medioli, ítalo-brasileiro eleito prefeito de Betim, na grande BH, abre mão do salário desde janeiro. E como empresário estreante na política, desponta como potencial candidato ao Governo de Minas.

Dono de si

O presidente Temer tem, hoje, 240 votos seguros no plenário da Câmara para evitar que a denúncia do PGR Janot chegue ao STF. Precisa de no mínimo 173.

Venezuela aqui

Um grupo de imigrantes venezuelanos sem-teto chegou a Brasília, e fez manifestação pacífica com bandeiras e pedido de socorros em semáforos da capital neste domingo.

Venezuela aqui 2

Mais de 120 venezuelanos estão acampados na rodoviária de Manaus e redondezas. As mulheres ou se tornam faxineiras ou se prostituem, por R$ 80 o programa.

2022

Cacique político que circula pelo Poder desde que Dom Pedro II soltava pipa crava que Marcelo Crivella (PRB) – pelo centro-esquerda – e o tucano João Dória (centro-direita) vão polarizar as apostas para o Palácio do Planalto em 2022. Se não forem abatidos.

Olho do cão

A Transbank, empresa de malotes, foi condenada a pagar R$ 35 mil de indenização por danos morais a um ex-conferente que era obrigado a ficar nu, segundo relatou, na frente de dois vigias e um cão pitbull. A decisão foi do Tribunal Superior do Trabalho.

Chegou a conta

O tamanho do prejuízo da Lava Jato para Lula da Silva, condenado em 1ª instância: desde ano passado não aparecem convites para palestras no exterior.

Bispos & Poder

O bispo de Umuarama (PR), que tem citado salmos relacionados à política nos sermões, é Dom João Mamede Filho. Dom José Maimone é o bispo emérito da diocese.

Coluna de Leandro Mazzini

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia