Artista exibe quadro de Marechal, morto na Rocinha
 - Arquivo pessoal
Artista exibe quadro de Marechal, morto na Rocinha Arquivo pessoal
Por

Ligado à causas sociais, o artista plástico Marcondes Rocco homenageou ontem o morador da Rocinha Antônio Ferreira da Silva, o Seu Marechal, morto durante confronto entre policiais e traficantes na quarta-feira. O idoso de 70 anos foi atingido no rosto por uma bala perdida na última quarta-feira. Na pintura, Marcondes o retratou entre as nuvens, como em um paraíso.

"A minha ideia foi retratá-lo como um anjo, simbolizando o céu. Vou entregar a obra para a família do Marechal ou para a UPP da Rocinha, ainda estou decidindo. Ele teve o grande gesto de ajudar um soldado, então quero mostrar para a Polícia Militar que nem todo mundo que mora em comunidade é bandido", explicou o pintor, que é morador do Morro do Conceito, em São João de Meriti, e dá aulas de arte gratuitas no local.

No mesmo tiroteio, foi morto o policial Felipe Santos Mesquita, atingido por quatro tiros. Nas redes sociais, circulam informações de que Marechal teria tentado proteger o PM baleado e ainda devolveu o fuzil dele aos PMs. "A atitude do Marechal mostra um momento ideal para acabar com essa divisão entre a polícia e os moradores. Ser feliz no Rio de Janeiro é difícil, mas tento fazer a minha parte. A arte salva", completou Marcondes.

Você pode gostar
Comentários