PF em Curitiba diz que ainda não recebeu notificação sobre soltura de Lula

Ex-presidente está preso desde abril

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Discurso de Lula tem sido o de valorizar a militância em torno da campanha de Haddad e que, com uma possível vitória de Bolsonaro, as coisas vão se 'assentar', diz Rui Falcão
Discurso de Lula tem sido o de valorizar a militância em torno da campanha de Haddad e que, com uma possível vitória de Bolsonaro, as coisas vão se 'assentar', diz Rui Falcão -

Curitiba - A Polícia Federal de Curitiba informou na tarde deste domingo, via sua assessoria de imprensa, que ainda não recebeu notificação sobre a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A PF disse ainda que, caso seja confirmada a soltura do petista, é possível que a corporação dispense um tratamento diferenciado para o procedimento "por conta das circunstâncias" que envolvem o caso.

Em sua última decisão, registrada às 16h04 deste domingo, Favreto deu prazo de uma hora para que a polícia cumpra a medida de soltura do ex-presidente, período após o qual estaria incorrendo em "desobediência de ordem judicial".

Do lado de fora da Superintendência da PF em Curitiba, onde o ex-presidente está encarcerado desde abril, manifestantes pró e contra Lula começam a se aglomerar. A todo instante, há xingamentos e provocações contra militantes petistas que passam pelo local.

Últimas de Brasil