Matéria Salva!

Agora você pode ler esta notícia off-line

Matéria removida da seção links salvos
Publicidade

Pessoas feridas na explosão do gasômetro em Ipatinga já tiveram alta

Na sexta, um gasômetro da companhia explodiu e feriu 34, estrutura comportava uma mistura de gases

Pedro Valentim

pedro.v[email protected]
Buscar
Assine
Pessoas feridas na explosão do gasômetro em Ipatinga já tiveram alta
Explosão em um gasômetro da Usina de Ipatinga, em Minas Gerais - Bombeiros de Ipatinga
Explosão em um gasômetro da Usina de Ipatinga, em Minas GeraisBombeiros de Ipatinga
Por Agência Brasil

Brasília - As 34 pessoas feridas na explosão na sede da empresa Usiminas, em Ipatinga (MG), já tiveram alta do hospital e foram para casa. A informação foi dada pela empresa, em nota divulgada neste sábado em seu site oficial.

Na sexta, um gasômetro da companhia explodiu. A estrutura comportava uma mistura de gases utilizada na fabricação de aço, denominada LDG.

A Usiminas afirmou, no comunicado, que fez uma avaliação para averiguar se ainda há resquícios dos gases na área, mas concluiu não haver “registro de anormalidades, nem risco para a população”.

Na nota, a companhia informou que algumas unidades, “sem conexão com o setor afetado”, começaram a retomar as atividades, como “Despacho, Laminação e Frio e Unigal”. Contudo, não há previsão de quando a fábrica restabelecerá o conjunto das atividades.

As causas da explosão continuam sendo investigadas, conforme o comunicado. Nesse processo de apuração estão tanto técnicos da empresa, quanto autoridades competentes. A Defesa Civil informou na sexta-feira que fará perícia para buscar as razões do acidente.

88-145.332031 118.304688-263.570312 263.699219-263.570312 70.40625.023438 136.589844 27.476562 186.355469 77.300781s77.15625 116.050781 77.132812 186.484375c-.0625 145.34375-118.304687 263.59375-263.59375 263.59375zm144.585938-197.417968c-7.921875-3.96875-46.882813-23.132813-54.148438-25.78125-7.257812-2.644532-12.546875-3.960938-17.824219 3.96875-5.285156 7.929687-20.46875 25.78125-25.09375 31.066406-4.625 5.289062-9.242187 5.953125-17.167968 1.984375-7.925782-3.964844-33.457032-12.335938-63.726563-39.332031-23.554687-21.011719-39.457031-46.960938-44.082031-54.890626-4.617188-7.9375-.039062-11.8125 3.476562-16.171874 8.578126-10.652344 17.167969-21.820313 19.808594-27.105469 2.644532-5.289063 1.320313-9.917969-.664062-13.882813-1.976563-3.964844-17.824219-42.96875-24.425782-58.839844-6.4375-15.445312-12.964843-13.359374-17.832031-13.601562-4.617187-.230469-9.902343-.277344-15.1875-.277344-5.28125 0-13.867187 1.980469-21.132812 9.917969-7.261719 7.933594-27.730469 27.101563-27.730469 66.105469s28.394531 76.683594 32.355469 81.972656c3.960937 5.289062 55.878906 85.328125 135.367187 119.648438 18.90625 8.171874 33.664063 13.042968 45.175782 16.695312 18.984374 6.03125 36.253906 5.179688 49.910156 3.140625 15.226562-2.277344 46.878906-19.171875 53.488281-37.679687 6.601563-18.511719 6.601563-34.375 4.617187-37.683594-1.976562-3.304688-7.261718-5.285156-15.183593-9.253906zm0 0"/>
  • Explosão em um gasômetro da Usina de Ipatinga, em Minas Gerais - Bombeiros de Ipatinga
    Explosão em um gasômetro da Usina de Ipatinga, em Minas GeraisBombeiros de Ipatinga
    Por Agência Brasil

    Brasília - As 34 pessoas feridas na explosão na sede da empresa Usiminas, em Ipatinga (MG), já tiveram alta do hospital e foram para casa. A informação foi dada pela empresa, em nota divulgada neste sábado em seu site oficial.

    Na sexta, um gasômetro da companhia explodiu. A estrutura comportava uma mistura de gases utilizada na fabricação de aço, denominada LDG.

    A Usiminas afirmou, no comunicado, que fez uma avaliação para averiguar se ainda há resquícios dos gases na área, mas concluiu não haver “registro de anormalidades, nem risco para a população”.

    Na nota, a companhia informou que algumas unidades, “sem conexão com o setor afetado”, começaram a retomar as atividades, como “Despacho, Laminação e Frio e Unigal”. Contudo, não há previsão de quando a fábrica restabelecerá o conjunto das atividades.

    As causas da explosão continuam sendo investigadas, conforme o comunicado. Nesse processo de apuração estão tanto técnicos da empresa, quanto autoridades competentes. A Defesa Civil informou na sexta-feira que fará perícia para buscar as razões do acidente.

    Publicidade
    mais notícias
    Publicidade
    mais notícias
    Cadastre-se
    Ou use o formulário
    Voltar a lista de planos

    Endereço

    Que pena! Ainda não é possivel realizar a entrega do jornal O Dia em seu endereço. Se preferir, você pode voltar e escolher nosso plano de acesso digital.

    Pagamento

    Recupere sua senha

    sucesso na assinatura

    Parabéns!

    Você finalizou o seu cadastro.

    Fique de olho! Um e-mail de confirmação será enviado para sua caixa de mensagens.