Menino morre atingido por disparo de espingarda de pressão feito pelo primo

Arma foi usada por pai da vítima para matar um frango. Em seguida, o sobrinho do dono da arma teria atirado contra uma porta, mas o projétil teria ricocheteado no primo

Por O Dia

Menino morreu após ser atingido por espingarda de pressão próximo à axila esquerda
Menino morreu após ser atingido por espingarda de pressão próximo à axila esquerda -

Rio - Um menino de 11 anos morreu, neste domingo, atingido por um disparo de espingarda de ar comprimido. O tiro foi feito, acidentalmente, por seu primo de 12 anos em Guarantã do Norte, no Mato Grosso 721 km de Cuiabá. 

Os familiares disseram à polícia que o pai da vítima matou um frango com a espingarda de ar comprimido no quintal e deixou a arma próximo à porta do banheiro, dentro de casa. O sobrinho do proprietário da arma teria disparo na porta do banheiro, e o projétil teria ricocheteado contra o primo. Ele foi atingido por um disparo perto da axila esquerda, região do tórax.

A vítima correu e caiu em frente à casa de sua avó, vizinha à sua. O menino foi socorrido, mas morreu em uma unidade de saúde. 

A Polícia Civil informou que vai apurar o caso. Foi realizada perícia no local, depoimentos de parentes foram colhidos, inclusive do autor do disparo, menor de idade, que será responsabilizado nos termos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). As versões serão confrontadas por meio de laudos periciais da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

Últimas de Brasil