Por

A Justiça Eleitoral do Pará decretou a prisão de um homem que gravou um vídeo no Facebook em que denuncia uma suposta fraude em uma das urnas de seção eleitoral em Belém (PA), após digitar o número 17 para o cargo de governador e se deparar com a mensagem de 'voto nulo'.

Na imagem, ele se identifica como Paulo Roberto Duarte Pereira e afirma ter apertado o "17 Bolsonaro", apesar da tela da urna evidenciar que, naquele momento, o equipamento registrava o voto para o cargo de governador do estado.

Segundo o TRE-PA, a mesária da seção tentou impedir a ação de filmagem, que é crime eleitoral, e foi empurrada pelo homem.

"A polícia foi acionada, e como o eleitor teria se apresentado como policial militar da reserva, a guarnição não pôde prendê-lo por motivos hierárquicos", descreveu o Tribunal, em nota.

Você pode gostar
Comentários