Eduardo Paes - Vanessa Ataliba / Parceiro/Agência o Dia
Eduardo PaesVanessa Ataliba / Parceiro/Agência o Dia
Por

Em entrevista coletiva ontem após a derrota, Eduardo Paes afirmou que o momento é de "unir esforços" e se pôs "à disposição para ajudar Wilson Witzel". Segundo o ex-prefeito, o resultado foi uma "consequência natural a uma vontade de mudança" da população e que os políticos "precisam entender o recado das urnas".

Paes disse ainda que não decidiu o que fará a partir de hoje, mas ressaltou que, por enquanto, não há planos eleitorais para o futuro.

"Vou ter que arrumar um emprego. Não acumulei patrimônio na minha vida pública. Tenho que trabalhar para pagar as minhas contas", afirmou.

O ex-prefeito agradeceu aos aliados, inclusive o PSOL, o PT e membros do PSL, que, de acordo com ele, o apoiaram no segundo turno.

"Não me considero um derrotado. Tenho orgulho da minha trajetória", encerrou Paes, que venceu Witzel na capital.

Você pode gostar
Comentários