PROJETO ESPECIAL

Governo Federal investe bilhões em turismo

Brasil bateu recorde de turistas em 2017 e setor passa a ser um dos principais motores da economia e geração de empegos

CONTEÚDO DE RESPONSABILIDADE DO ANUNCIANTE

Rio - O turismo é um dos principais pilares da economia do país, empregando milhões de pessoas. Só no ano passado, 6,6 milhões de turistas de todo o mundo visitaram o Brasil, um recorde gerado não só pela exposição que a Copa do Mundo e Olimpíadas trouxeram mas também por conta do investimento e planejamento do governo federal nos últimos dois anos e meio.

Somente em 2017, de janeiro a setembro, o governo investiu R$ 2,5 bilhões em empresas de turismo. O recurso foi disponibilizado através da Caixa Econômica Federal, dos bancos do Brasil, do Nordeste e da Amazônia, além do BNDES. As linhas de crédito tiveram como finalidade a construção e reforma de hotéis, bares e restaurantes, assim como agências de viagens e parques temáticos.

O Ministério do Turismo investiu ainda R$ 578 milhões em melhorias de infraestrutura turística, com o objetivo principal de alavancar o turismo local. Entre as intervenções, são realizadas construção e reforma de centros de convenções e eventos, construção de terminais rodoviários, implementação de sinalização turística, pavimentação de vias importantes parra acesso ao local, reforma de praças, entre outras ações. Ao todo, são cerca de 5,7 mil obras pelo país, com quase duas mil entregues. De janeiro a setembro de 2018, foram concluídas 476 obras com investimentos de cerca R$ 210 milhões em 20 estados do Brasil. Houve ainda repasse de R$ 5,4 milhões para os órgãos estaduais de turismo para a elaboração de projetos de turismo sustentável.

Além da execução das obras, outro importante passo para o crescimento e consolidação do turismo brasileiro foi a atualização do Mapa do Turismo, instrumento que contribui para identificar pontos turísticos pelo país e direcionar recursos financeiros. Atualizado em setembro de 2017, o Mapa mostrou que houve um aumento de 51% em relação a 2016 de cidades que acreditam no setor como estratégia para o desenvolvimento. Agora, fazem parte 3.285 municípios de 328 regiões.

Formação profissional

A capacitação profissional e geração de emprego na área de turismo é um dos destaques do governo federal nesses dois anos e meio. Diversas medidas foram feitas para aumentar a oferta de cursos ligados ao setor. O Pronatec Voluntário, por exemplo, abriu cerca de 630 mil vagas em 31 cursos de instituições privadas habilitadas pelo Ministério da Educação. Já o programa Brasil de Braços Abertos qualificou mais de 21,7 mil alunos. No Mediotec Turismo, desenvolvido para estudantes do Ensino Médio que desejam atuar no ramo, foram ofertadas nos últimos dois anos 17,1 mil vagas em 72 cursos.

Turismo ainda mais acessível

Uma das principais barreiras que pessoas com deficiência enfrentam ao viajar é a falta de acessibilidade física na rede hoteleira, dificuldade enfrentada no mundo inteiro. Alavancado pela entendimento do segmento após a realização dos Jogos Paralímpicos de 2016, o Brasil deu um importante passo para mudar de patamar nos próximos anos.

Em março deste ano, o Decreto 9.296 definiu obras de acessibilidade em hospedagens. O Decreto, que regulamentou o artigo 45 do Estatuo da Pessoa com Deficiência, enquadra como serão concebidos os projetos arquitetônicos para acessibilidade em hotéis e pousadas, tendo como base as medidas estabelecidas na Associação Brasileira de Normas Técnicas da ABNT.

A iniciativa prevê adequação de 32 mil estabelecimentos de hospedagem e deverá beneficiar o turismo de cerca de 45 milhões de brasileiros com algum tipo de deficiência, além de turistas estrangeiros.

 

Galeria de Fotos

Com os dois arquipélagos guardados, a porção de águas marinhas protegidas no Brasil passa de 1,5% para 25%, tornando o país líder mundial em preservação do bioma marinho Projeto Tamar
Quatro estados são contemplados: Pernambuco, Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte, com cerca de 8,1 milhões de pessoas beneficiadas Divulgação/Ministério da Integração Nacional
Além de investimentos no setor, Governo Federal criou benefícios para os agricultores Arquivo/Agência Brasil
Só no ano passado, 6,6 milhões de turistas de todo o mundo visitaram o Brasil, um dos setores que mais gera emprego no país Divulgação/Ministério do Turismo
Conteúdo de responsabilidade do anunciante.

Comentários

Últimas de Brasil