Doria nomeia 9º integrante do governo Temer para comandar aeroportos

Nascico em Lavras (MG), Antônio Claret assumiu o comando da Infraero em 2016, por indicação do ex-deputado Valdemar Costa Net

Por ESTADÃO CONTEÚDO, Estadão Conteúdo

26/11/2018 - AGÊNCIA DE NOTÍCIAS/PARCEIRO - O governador eleito de São Paulo, João Doria Júnior, acompanhado do vice-governador eleito Rodrigo Garcia, durante coletiva de imprensa para anunciar os novos Secretários do Estado de São Paulo, Sr. Cleber Malta (Secretário Especial de Comunicação) e Cel. Walter Nyakas (Chefe da Casa Militar e Coordenador da Defesa Civil), na rua Estados Unidos, Zona Sul da cidade de São Paulo, na manhã desta segunda-feira (26). Foto: Eduardo Carmim/Parceiro/Agência O Dia
26/11/2018 - AGÊNCIA DE NOTÍCIAS/PARCEIRO - O governador eleito de São Paulo, João Doria Júnior, acompanhado do vice-governador eleito Rodrigo Garcia, durante coletiva de imprensa para anunciar os novos Secretários do Estado de São Paulo, Sr. Cleber Malta (Secretário Especial de Comunicação) e Cel. Walter Nyakas (Chefe da Casa Militar e Coordenador da Defesa Civil), na rua Estados Unidos, Zona Sul da cidade de São Paulo, na manhã desta segunda-feira (26). Foto: Eduardo Carmim/Parceiro/Agência O Dia -

São Paulo - O ex-presidente da Infraero Antônio Claret será o 9º integrante do governo Michel Temer a compor a gestão do governador eleito João Doria (PSDB) em São Paulo.

A assessoria do tucano divulgou nesta segunda-feira que Claret vai presidir o Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp) a partir de 21 de janeiro e terá como missão "tornar ativos os aeroportos regionais" e "privatizar todo o sistema aeroviário paulista".

Nascico em Lavras (MG), Claret assumiu o comando da Infraero em 2016, por indicação do ex-deputado Valdemar Costa Neto, cacique do PR, e renunciou ao cargo neste mês após saber que não seria mantido pelo presidente eleito Jair Bolsonaro.

A equipe de Doria informou que o convite a Claret foi motivado pelos "excelentes resultados conquistados pelo executivo à frente da Infraero nos últimos dois anos". Segundo o tucano, no período a estatal que administra aeroportos federais foi modernizada e "converteu o resultado operacional de R$ 220 milho~es negativos em 2015 para R$ 505 milhões positivos em 2017".

Em fevereiro deste ano, a Coluna do Estadão revelou que Claret fez 57 viagens para Belo Horizonte, cidade onde mora, e também pediu reembolso para compra de assento conforto em voos nacionais, que garante poltronas mais espaçosas e confortáveis, bebidas alcoólicas, viagens com familiares e voos internacionais em classe executiva.

Formado em engenharia pela Universidade Federal de Lavras, Claret é membro do Comitê Regional-Board of Directors da ACI, entidade representativa dos interesses coletivos dos aeroportos no mundo. Também atuou como conselheiro do Aeroporto de Viracopos, em Campinas.

Claret é o nono integrante do governo Temer na gestão Doria. Na semana passada, o tucano já havia anunciado o presidente da Caixa Econômica Federal, Nelson de Souza, para comandar três estatais de diferentes áreas. Além deles, outros sete ministros e ex-ministros de Temer vão compor o governo paulista, entre os Aloysio Nunes Ferreira (Relações Exteriores), Gilberto Kassab (Ciência e Tecnologia) e Henrique Meirelles (Fazenda).

Últimas de Brasil