PM prende quadrilha que clonava cartões em SP; dois são foragidos do Rio

Militares chegaram até integrantes após denúncia anônima

Por Beatriz Perez

PMs recolheram arma, dinheiro e celulares com quadrilha
PMs recolheram arma, dinheiro e celulares com quadrilha -

São Paulo - A PM prendeu quatro homens em flagrante que integravam uma quadrilha de clonagem de cartões, por volta das 19h30 deste domingo, na Rua Olaria, bairro Estufa, em Ubatuba, litoral norte de São Paulo. Dois deles estavam foragidos da Justiça do Rio.

Os policiais militares receberam denúncia anônima apontando que Luciano Lourenço de Oliveira, 37 anos, participava do bando. Com a entrada autorizada pela sogra de Luciano em sua casa, a polícia encontrou R$ 1670 reais em dinheiro, uma pistola calibre .380 com numeração raspada, além de extratos bancários de contas diversas.

Os PMs seguiram até o local onde Luciano trabalha, um carrinho de lancha na praia das Toinhas, e localizaram também Marlon Rodrigues de 23 anos. Dentro de um veículo Jetta de Marlon, a polícia encontrou munições intactas de calibre .40.

Com base nas informações passadas pela dupla, a PM chegou ainda a outros dois integrantes: Erasmo Celio de Andrade Junior, de 27 anos, e Dilson de Almeida Panísio, 26. Eles estavam em um apartamento na Praia Grande e confirmaram que eram procurados pela Polícia Civil do Rio pelo crime de lavagem de dinheiro na operação Open Door, do Ministério Público.

Na casa onde estavam, foram apreendidos dois HDs externos, um notebook, quatro celulares e um relógio.  O caso foi registrado como posse ou porte ilegal de armas de fogo de uso restrito, estelionato, captura de procurado e associação criminosa na delegacia de Ubatuba. Os dois homens que eram procurados pela Polícia Civil do Rio serão encaminhados para a Justiça do Rio.

Últimas de Brasil