Batedores da PRF que escoltarão comitiva presidencial chegam ao Torto

Previsão é que a comitiva presidencial deixe a residência por volta das 14h em direção à Esplanada dos Ministérios

Por Agência Brasil

Bombeiros usam jatos de água para refrescar o público que aguarda a cerimônia de posse de Bolsonaro, na Praça dos três Poderes, em Brasília
Bombeiros usam jatos de água para refrescar o público que aguarda a cerimônia de posse de Bolsonaro, na Praça dos três Poderes, em Brasília -

Brasília - O grupo de batedores da Polícia Rodoviária Federal (PRF) que vai escoltar a comitiva presidencial acaba de chegar na residência da Granja do Torto. Os batedores chegaram pouco antes das 13h. A previsão é que a comitiva presidencial deixe a residência por volta das 14h em direção à Esplanada dos Ministérios.

Da Granja do Torto, o comboio seguirá até a Catedral de Brasília, na Esplanada dos Ministérios. No local, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, se encontrará com o vice-presidente, Hamilton Mourão.

Na Catedral, ocorrerá a troca de carros e terá início o cortejo até o Congresso Nacional. No trajeto, que deve durar cerca de 10 minutos, a comitiva presidencial é acompanhada por policiais a pé, por batedores da Polícia do Exército e pelo 1º Regimento de Cavalaria de Guardas - Dragões da Independência.

Não há confirmação se o percurso será feito em carro aberto no tradicional Rolls-Royce ou em veículo fechado. A expectativa é que o deslocamento seja feito em carro aberto. O Brasil recebeu o Rolls-Royce de presente do governo britânico, em 1953.

Últimas de Brasil