Prefeitura diz que corpos de alpinistas brasileiros foram localizados

Fabrício Amaral e Leandro Ianotta foram encontrados no monte La Silla, que antecede a subida do pico Fitz Roy, na Argentina

Por Agência Brasil

Fabrício Amaral e Leandro Ianotta  que pretendiam escalar o Monte Fitz Roy, no Parque Nacional Los Glaciares, na Patagônia, estavam desaparecidos desde o último dia 19 de janeiro
Fabrício Amaral e Leandro Ianotta que pretendiam escalar o Monte Fitz Roy, no Parque Nacional Los Glaciares, na Patagônia, estavam desaparecidos desde o último dia 19 de janeiro -

Brasília - A prefeitura de Conceição do Mato Dentro (MG) informou, em nota divulgada nesta segunda-feira, que os corpos dos alpinistas brasileiros Fabrício Amaral e Leandro Ianotta foram encontrados, na última sexta-feira, no monte La Silla, que antecede a subida do pico Fitz Roy, na Argentina. Os alpinistas, que pretendiam escalar o Monte Fitz Roy, no Parque Nacional Los Glaciares, na Patagônia, estavam desaparecidos desde o último dia 19 de janeiro.

Segundo a nota da prefeitura, a hipótese levantada é que os dois brasileiros foram atingidos por uma tempestade. Em seu perfil na rede social Instagram, Ianotta chegou a relatar que a primeira investida no local foi “incrível”, mas que, em razão do vento forte, eles teriam optado por descer e esperar uma “janela” para continuar a caminhada.

Conhecido como Mr. Bean, Ianotta era guia de escalada na Cachoeira do Tabuleiro, em Conceição do Mato Dentro, desde 2013. "Sua memória sempre será guardada no coração da cachoeira", diz a nota da prefeitura, em homenagem ao alpinista. "Mr. Bean deixa uma saudade imensa e um legado de desbravamento que não será esquecidos pelos amantes da Cachoeira do Tabuleiro".

Na última sexta-feira, a Confederação Brasileira de Montanhismo e Escalada informou que as buscas pelos brasileiros haviam sido encerradas, devido ao mau tempo na região.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários