Mais Lidas

Foto de cachorrinha se 'entregando' com dono traficante viraliza na internet

Com os presos, polícia apreendeu 11 quilos de maconha. Cadela foi "liberada", mas não sai de perto de delegacia

Por FRANCISCO EDSON ALVES

Momento em que a cadela `Guerreira´se
Momento em que a cadela `Guerreira´se "entregou" à PM junto com dono traficante -

Mato Grosso do Sul - Uma inusitada ocorrência envolvendo a prisão de dois traficantes de drogas em Deodápolis (MS), chamou a atenção dos cerca de 12,8 mil habitantes do pacato município, a 252 Km de Campo Grande, e está comovendo internautas. Tudo porque na hora em que a dupla foi rendida em flagrante, com cerca de 11 quilos de maconha, por policias da Força Tática do 14 BPM (Fátima do Sul) a cadelinha vira-lata de estimação, de pequeno porte, pertencente a um deles, "se entregou" também junto com o dono, deitando-se na calçada com as patas para cima, em frente a casa onde as prisões foram efetuadas.

A imagem, que teria sido feita por um dos policiais e divulgada pelo site Campo Grande News, logo começou a viralizar na internet. De acordo com testemunhas, apesar de a cadela, batizada de Guerreira pelos agentes, ter sido "liberada" pelo delegado de plantão na Delegacia de Deodápolis - ao contrário dos suspeitos, que não tiveram os nomes revelados -, ela segue nos arredores da unidade desde a tarde de quinta-feira, quando o caso foi registrado. Os acusados aguardam audiências de custódia.

Ao Campo Grande News, um dos PMs contou que a foto teria sido tirada no instante que "Guerreira" estava deitada, de barriga para cima, chamando o dono para brincar. "O que deu a impressão de que ela estava realmente se entregando”, argumentou o policial. A história, no entanto, não convenceu a vizinhança, que acredita mais na "fidelidade e solidariedade" do bicho com o seu dono. "Quem passou pelo local na hora, se comoveu com a cena. Mas nem os bandidos e nem a 'mocinha' (se referindo à cadela), foram maltratados. Um dos policias até deu água mineral para a cachorra", observou um morador, pelo Facebook. Segundo agentes da delegacia, a família de um homem, que se identificou como José Guilherme Romera, teria ficado com a "guarda provisória" de Guerreira.

Ainda conforme informações da polícia local, a maconha, encontrada em tabletes na residência de um dos traficantes, estava enterrada num tonel, no quintal. "Mas o fato de o bicho ter sido `enquadrado´junto com seu proprietário, chamou mais a atenção que a própria apreensão da droga. Isso é que eu chamo de história boa pra cachorro", brincou um outro internauta, com memes simbolizando risos. Os dois homens foram autuados por tráfico.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários