Vídeo: policial civil mata PM em boate

Agentes sacaram armas após esbarrão na casa noturna Barril 66, em Águas Claras, no Distrito Federal; o local estava cheio e uma mulher foi baleada na perna

Por O Dia

Primeiro tenente da PM Herison de Oliveira Bezerra deixa mulher e filho adolescente
Primeiro tenente da PM Herison de Oliveira Bezerra deixa mulher e filho adolescente -

Brasília - Um policial civil é suspeito de matar um policial militar de 38 anos a tiros na madrugada desta segunda-feira em uma boate cheia em Brasília. O crime aconteceu na casa noturna Barril 66 às margens da Estrada Parque Núcleo Bandeirante (EPNB), em Águas Claras, no Distrito Federal. Uma mulher também ficou ferida na perna e foi levada ao Hospital de Base do DF (HBDF). Ainda não há informações sobre seu estado de saúde. 

Os disparos ocorreram por volta das 3h. As imagens de segurança mostram que o policial militar Herison Oliveira Bezerra passa em frente ao agente da polícia civil, que não teve o nome divulgado. Eles se esbarram e sacam as armas. O civil então, efetua três disparos contra o tórax do militar, que cai no chão. Segundo testemunhas, os policiais já haviam discutido.

Confira o vídeo:

A Polícia Militar do DF informa que o policial civil tentou fugir, mas foi preso por uma guarnição da PM. Ele assumiu o crime e foi conduzido preso para a 21ª DP (Taguatinga Sul), responsável por investigar o caso. O PM foi socorrido ao Hospital Regional de Taguatinga (HRT), mas não resistiu. 

Primeiro tenente da PM Herison de Oliveira Bezerra deixa mulher e filho adolescente - Reprodução/ Facebook

Herison Oliveira Bezerra deixa mulher, que testemunhou sua morte, e um filho adolescente. 

A Polícia Militar informou que o tenente ingressou na PMDF no ano de 2012 e concluiu o Curso de Formação de Oficiais três anos depois. Ele atuou no Grupo Tático Operacional do 10º Batalhão (Gtop 30) com grande produtividade. A eficiência do policial chegou a lhe render uma homenagem na Câmara dos Deputados, no dia 14 de maio de 2018. Na ocasião, o tenente Herison tinha apreendido mais de 50 armas de fogo e recuperado 20 veículos produtos de roubo e furto, em apenas 6 anos de serviço. "A Polícia Militar se solidariza com os familiares e amigos neste momento de dor e perda de um grande profissional", diz a nota.

O policial civil era ouvido pela Corregedoria da corporação no momento da publicação deste texto.

Galeria de Fotos

Primeiro tenente da PM Herison de Oliveira Bezerra deixa mulher e filho adolescente Reprodução/ Facebook
Primeiro tenente da PM Herison de Oliveira Bezerra deixa mulher e filho adolescente Reprodução/ Facebook

Comentários