Advogados representantes da Rede Lado - Divulgação
Advogados representantes da Rede LadoDivulgação
Por MH

Um grupo de advogados e advogadas trabalhistas de 15 estados brasileiros lançou, em São Paulo, a Rede Lado. O objetivo é unir forças na defesa dos trabalhadores, atuando de forma conjunta em benefício da sociedade. A Rede Lado conta com 23 escritórios, que vão manter sua individualidade e autonomia, mas com trocas de experiências profissionais, consolidando um conceito de advocacia comprometida e ágil a serviço de um ecossistema que preserva os valores humanistas essenciais à advocacia.

Os escritórios têm histórico em comum, ligados à defesa dos trabalhadores, de uma sociedade igualitária, dos direitos humanos, da cidadania e da solidariedade. Os números impressionam: com a criação da Rede Lado, serão mais de 150 entidades de organização da classe trabalhadora vinculadas às assessorias, entre sindicatos, associações, federações e central sindical. São mais de 60 mil processos ativos, além de 250 advogados vinculados.

"Acreditamos na democracia e nos movimentos sociais. Somos comprometidos com eles. Estamos fortalecendo uma rede horizontal, democrática, inovadora e comprometida com uma visão de sociedade democrática e fraterna. Acreditamos no sonho de um novo tempo. Estamos do mesmo lado para consolidar uma democracia inclusiva, solidária e emancipatória", afirma Cristina Stamato, que atua no Rio de Janeiro.

O advogado Nilo Beiro, de Campinas, define a Rede Lado como um canal para o compartilhamento de soluções. "Temos, como meta, colocar em prática um conceito de advocacia ágil e tecnologicamente desenvolvida", destaca ele, que atua também em Brasília e na capital paulista.

Em Salvador, um dos representantes da Rede Lado, Eusébio Carvalho ressalta a importância do grupo: “Somos, sobretudo, pessoas com princípios e ideias semelhantes e que sentem que a união de esforços é fundamental para exercermos nossa missão, que é a defesa dos direitos sociais”.

Você pode gostar