Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra gripe será neste sábado

Cristo Redentor será iluminado com cores da campanha nesta sexta-feira. Salas de vacinação devem funcionar em todo o país

Por O Dia

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, em 2019, até 3 de junho, foram registrados 66 casos autóctones de febre amarela silvestre no estado e 12 deles evoluíram para morte
De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, em 2019, até 3 de junho, foram registrados 66 casos autóctones de febre amarela silvestre no estado e 12 deles evoluíram para morte -

Brasília - O Dia D de Mobilização da campanha de vacinação contra gripe será no próximo sábado, quando as salas de vacinação devem funcionar em todo o país. Para alertar sobre a importância de manter a caderneta de vacinação em dia e chamar o público prioritário para participar da campanha contra a influenza, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, aciona nesta sexta-feira, às 18h30, a projeção da marca do Movimento Vacina Brasil, no Cristo Redentor, no Rio de Janeiro.

Dados do Ministério da Saúde mostram que até o dia 30 de abril, 12,2 milhões de pessoas já tinham sido imunizadas. O público-alvo totaliza 59,5 milhões de pessoas.

Devem receber a dose crianças com idade entre 6 meses e menores de 6 anos; grávidas em qualquer período gestacional; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores da saúde; povos indígenas; idosos; professores de escolas públicas e privadas; pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

Profissionais das forças de segurança e salvamento também passaram a fazer parte do público-alvo da campanha neste ano. De acordo com o Ministério da Saúde, o grupo inclui policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas, totalizando cerca de 900 mil pessoas.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários