Após STF facilitar venda de subsidiárias, Bolsonaro defende privatização dos Correios

Presidente escreveu em seu Twitter que 'a privatização dos Correios ganha força em nosso governo', um dia após decisão do Supremo

Por O Dia

Presidente da Republica, Jair Bolsonaro
Presidente da Republica, Jair Bolsonaro -
Rio - Após o Supremo Tribunal Federal autorizar a venda de subsidiárias de estatais sem a necessidade de aval legislativo ou processo de licitação, Bolsonaro defendeu a privatização dos Correios por meio de uma postagem em seu Twitter. "A privatização dos Correios ganha força em nosso governo", escreveu o presidente, na tarde desta sexta-feira.
Bolsonaro já havia comemorado a decisão do Supremo. "Queria elogiar o Supremo Tribunal Federal. Tomou uma decisão patriótica ontem, não exigindo que, para privatizar estatais, tenhamos que ir ao Parlamento, exceto aquelas estatais-mães. Parabéns ao Supremo, que está em comum acordo, na minha sintonia. Queremos menos Estado", afirmou ele. 
A mudança também foi celebrada pelo próprio presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, indicado à presidência da estatal pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, abertamente favorável às privatizações de estatais. "Esplêndida", afirmou ele sobre a decisão.

Comentários