Marinha resgata nove, mas um tripulante ainda está desaparecido após naufrágio

Navio partiu de Recife com destino a Fernando de Noronha, também em Pernambuco, na última quarta-feira

Por Agência Brasil

Nove resgatados estavam em um bote e foram socorridos pelo médico do navio-patrulha
Nove resgatados estavam em um bote e foram socorridos pelo médico do navio-patrulha -
Brasília - O navio-patrulha Guaíba, da Marinha, resgatou nove pessoas após o naufrágio do navio de carga Navegantes. Eles ficaram 13 horas à deriva.  Um tripulante da embarcação está desaparecido, e a Marinha faz buscas para localizá-lo. O navio-patrulha atracou hoje (14) em Natal com os resgatados.

Galeria de Fotos

Navegantes partiu de Recife com destino a Fernando de Noronha, também em Pernambuco, na última quarta-feira e afundou a 180 quilômetros de João Pessoa Reprodução/ TV Globo
Chamado de socorro para a Marinha foi emitido, e o salvamento ocorreu no dia seguinte Reprodução/ Marinha
Nove resgatados estavam em um bote e foram socorridos pelo médico do navio-patrulha Reprodução/ Marinha
Resgatados estão bem de saúde física, mas psicologicamente abalados Reprodução/ TV Globo


O Navegantes partiu de Recife com destino a Fernando de Noronha, também em Pernambuco, na última quarta-feira (12) e afundou a 180 quilômetros de João Pessoa, capital da Paraíba. Foi emitido, então, o chamado de socorro para a Marinha, e o salvamento ocorreu no dia seguinte (13).

O comandante do Grupamento de Patrulha Naval do Nordeste, capitão de mar e guerra Alexandre Gildes Borges, disse que os nove resgatados estavam em um bote e foram socorridos pelo médico do navio-patrulha.

De acordo com o capitão, a Marinha fará uma investigação para identificar as causas do acidente. A Marinha tem prazo de 90 dias para apurar todos os fatos para que se possa ser conclusivo sobre o que ocorreu com a embarcação, disse Borges.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários