Boletim de ocorrência sobre o desaparecimento da mulher, registrado na época do crime - Reprodução / G1)
Boletim de ocorrência sobre o desaparecimento da mulher, registrado na época do crimeReprodução / G1)
Por Istoé

Um idoso de 64 anos foi até uma delegacia de Sinop, a 503 km de Cuiabá, e disse aos policiais que teria matado a mulher dele há cerca de 24 anos. Ele afirmou que enterrou o corpo dela no banheiro da casa e, depois, vendeu o imóvel. As informações são do G1.

Ainda segundo o relato, a vítima tinha 28 anos, na época, e foi morta porque o suspeito não aceitava a separação. Depois de cometer o crime, ele foi até a delegacia e disse que a mulher tinha ido embora e o deixado com dois filhos pequenos. O crime teria ocorrido na residência do casal, que ficava na Avenida Itaúbas, Bairro Jardim das Palmeiras.

Como o imóvel foi vendido, a polícia aguarda a proprietária voltar de uma viagem para fazer a escavação a fim de constatar se realmente os restos mortais estão no local. Um pedido de autorização para o procedimento foi encaminhado à Justiça.

O idoso foi ouvido e liberado. A Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso.

Você pode gostar
Comentários