Major Olímpio (PSL-SP) - LUCIO BERNARDO JR/Câmara dos Deputados
Major Olímpio (PSL-SP)LUCIO BERNARDO JR/Câmara dos Deputados
Por O Dia
Brasília - O senador Major Olímpio (PSL-SP) defendeu, nesta quarta-feira, a importância da liberação de verba para pagar bolsas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Ele participou de uma reunião da Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) do Senado.
"Nós não estamos falando só de 84 mil desempregados, que perdem a bolsa, não. São pesquisadores. Essa audiência pública é mais do que necessária, para que nós possamos valer, junto ao Ministério da Economia, e auxiliar na decisão, porque o mês de setembro já não tem um centavo no Ministério. (Desse jeito) Nós vamos ter a dispensa desses 84 mil pesquisadores", afirmou, cobrando a liberação de verba.
Publicidade
Nesta terça-feira, o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, afirmou que o ministério só tem verba para pagar bolsas do CNPq até o fim deste mês. 
Publicidade
"Nesse momento não é situação ou oposição, não. É momento de nós darmos a luz pro governo, do quanto é fundamental e imprescindível esses R$ 310 milhões", concluiu Major Olímpio.
Nas redes sociais, o posicionamento do senador causou estranhamento em seus seguidores. "Você está esquisito", comentou um usuário. "O que está acontecendo?", indagou outro.
Publicidade
Alguns, ainda, indagaram se Major Olímpio teria se tornado "esquerdista" e o mandaram ir "para o PSOL".