Crime bárbaro! Adolescente é apreendido suspeito de matar namorada com mata-leão

Segundo a Polícia Civil, o casal, que namorava havia cerca de três anos, teria se envolvido em uma discussão após a vítima anunciar o fim do relacionamento

Por Istoé

Jéssica do Nascimento Alves, de 18 anos, foi morta com um golpe mata-leão
Jéssica do Nascimento Alves, de 18 anos, foi morta com um golpe mata-leão -

São Paulo - Um adolescente de 17 anos foi apreendido suspeito de matar a namorada Jéssica do Nascimento Alves, de 18 anos, com o golpe mata-leão, nesta quarta-feira (28), em Agudos (SP). O crime aconteceu no quarto da casa do rapaz, no bairro Parque Pampulha. As informações são do G1.

Segundo a Polícia Civil, o casal, que namorava havia cerca de três anos, teria se envolvido em uma discussão após a vítima anunciar o fim do relacionamento.

Após o crime, a Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados e encontraram Jéssica caída no quarto do rapaz, que também estava no local e foi apreendido pela PM.

Em seu depoimento à polícia, o adolescente disse que não admitia o fim do namoro e por isso aplicou o golpe de artes marciais até a jovem desfalecer. Ele ainda disse à polícia que, com a jovem desmaiada, ainda a esganou com as mãos.

A garota foi levada para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) da cidade, onde médicos ainda tentaram reanimá-la. A jovem, porém, não resistiu e morreu. Seu corpo foi encaminhado na noite desta quarta-feira para o Instituto Médico Legal (IML) de Bauru.

O rapaz foi levado para a Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Agudos, onde prestou depoimento e ficou apreendido.

A audiência de custódia junto ao Promotoria da Infância e Juventude deve acontecer na manhã desta quinta-feira (29). Segundo a polícia, o MP é que vai definir pela internação ou não do adolescente.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários