'Polícia não mata, polícia intervém’, diz secretário de segurança do Amazonas

'Se vierem trocar tiros com a polícia, infelizmente suas famílias é que vão chorar', diz coronel Bonates, secretário de Segurança Pública do Amazonas

Por iG

'O trabalho da polícia é prender as pessoas', diz Bonates
'O trabalho da polícia é prender as pessoas', diz Bonates -
Amazonas - O secretário de Segurança Pública do Estado do Amazonas, coronel Louismar Bonates afirmou que a "a polícia não mata, a polícia intervém tecnicamente". A fala do secretário acontece depois de 17 pessoas morrerem em uma ação da Polícia Militar em Manaus contra o tráfico de drogas nesta quarta-feira.

Segundo o coronel, esse foi o "maior confronto do Amazonas", em relação ao número de mortos. Nenhum dos 60 policiais que participaram da ação ficaram feridos.

"Nós sentimos pelas famílias. O trabalho da polícia não é ter esse tipo de confronto. É, sim, prender as pessoas. Mas, se eles vierem trocar tiros com a polícia, infelizmente as suas famílias é que vão chorar pelo ente perdido", disse em coletiva de imprensa.

Segundo ele, moradores de Manaus teriam informado a polícia de que estariam ocorrendo ataques de facções criminosas. O confronto entre a polícia e os suspeitos ocorreu em becos e vielas, mas o coronel não consegue informar o número exato de suspeitos que estavam no embate.

O coronel Louismar Bonates disse também que o primeiro que veio a óbito havia sido preso em 2018 e estava de tornozeleira eletrônica.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários