Duas pessoas morrem asfixiadas dentro de minas de pedras preciosas

Robson Estarneck e Carlindo Ferreira foram intoxicados por monóxido de carbono

Por O Dia

Dois homens morreram em mina de extração de pedras preciosas
Dois homens morreram em mina de extração de pedras preciosas -
Minas Gerais - Duas pessoas morreram em uma mina de pedras preciosas em Franciscópolis, Minas Gerais, neste sábado. De acordo com o Corpo de Bombeiros, Carlindo Lopes Ferreira e Robson de Morais Estarneck morreram asfixiados por monóxido de carbono produzido pelo motor de uma bomba de sucção.
Ainda segundo a corporação, eles teriam entrado cerca de 50 metros na mina para retirar água do fundo do local com a bomba de sucção. Mas o motor do equipamento produziu fumaça e não havia ventilação para dar saída ao monóxido de carbono. 
Outras duas pessoas tentaram entrar no local para ajudar os colegas de trabalho, mas acabaram passando mal. Um deles chegou a desmaiar. O outro, ao perceber que não estava respirando bem, deixou o local carregando o colega inconsciente. Eles foram socorridos pelo Samu, mas ainda não há informações sobre seu estado de saúde. 
Os corpos de Robson e Carlindo foram retirados da mina pelo Corpo de Bombeiros.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários