Na Câmara, Frota comemora prêmio de 'maior arrependido' por ter apoiado Bolsonaro

Deputado foi o mais votado em pesquisa feita por perfil do Twitter que fala sobre personagens que se arrependeram de fazer campanha pelo presidente

Por iG

Com 77% dos votos, Frota foi escolhido como o 'maior arrependido' por página no Twitter
Com 77% dos votos, Frota foi escolhido como o 'maior arrependido' por página no Twitter -

Brasília - Nesta terça-feira, durante sessão na Câmara, o deputado federal Alexandre Frota aproveitou para agradecer uma honraria recebida de um perfil do Twitter: em votação, ele foi apontado como o 'maior arrependido' entre as pessoas que apoiaram o presidente Jair Bolsonaro nas últimas eleições.

Em sua rede social, Frota postou um trecho de seu discurso, em que agradece a página do 'Movimento Jair Me Arrependi' e apresenta a estatueta que ganhou após ficar com cerca de 77% dos votos apurados no pleito realizado pela página para o prêmio 'Jairmé - Maiores e Melhores do Ano'.

Recebi hoje o prêmio de maior arrependido, ganhei com 77% dos votos e o pessoal do @jairmearrependi mandou entregar esse troféu em meu gabinete em Brasília pic.twitter.com/WmtKC7JiVy

— Alexandre Frota 77 (@alefrota77) December 3, 2019

"Gostaria de agradecer a página no Twitter, que fez a enquete e está entregando os troféus. Eles mandaram esse para mim, ganhei com 77% o prêmio de 'maior arrependido' de ter lutado pelo Jair Bolsonaro. Quero agradecer ao pessoal que votou e me elegeu", disse.

Frota ainda complementou que se sente o mais arrependido por "ter ajudado um governo que está sempre trabalhando em cima do caos, em cima da confusão, sem nenhum tipo de proposta e fazendo com que esse ano tenha sido um ano tenso e intenso em diversos segmentos".

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários