Governo tem uma política hostil ao meio ambiente, diz ex-ministro do Meio Ambiente

Segundo ele, "até os militares tinham mais sensibilidade ao tema", em referência ao período da ditadura militar no Brasil

Por ESTADÃO CONTEÚDO

O ex-ministro do Meio Ambiente e diplomata, Rubens Ricupero
O ex-ministro do Meio Ambiente e diplomata, Rubens Ricupero -
São Paulo - O ex-ministro do Meio Ambiente e diplomata, Rubens Ricupero, criticou as políticas ambientais do governo federal em seminário promovido pelo Ministério Público Federal (MPF) e realizado na quarta-feira, em São Paulo. O evento discutiu recentes mudanças climáticas e desastres ambientais.
Durante a palestra, Ricupero afirmou que "pela primeira vez um governo e um presidente têm uma política malignamente hostil ao meio ambiente".

Segundo ele, "até os militares tinham mais sensibilidade ao tema", em referência ao período da ditadura militar no Brasil.

O ex-ministro ainda afirmou que é preciso "ampliar alianças" com a sociedade civil e setores da indústria a fim de pressionar o governo a mudar suas políticas ambientais.

Ricupero disse ter conversado com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para buscar apoio às demandas do setor.

Na opinião do presidente do Instituto Brasileiro de Proteção Ambiental (Proam), Carlos Alberto Bocuhy, é preciso combater os atos administrativos antiambientais.

Ele cobrou ações do Ministério Público ao dizer que a Proam apresentou representação ao MPF solicitando que governo cumpra sua função e busque recuperar áreas degradadas da Amazônia.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários