Em 'bandejão' após reunião com Bolsonaro, Moro ignora perguntas sobre juiz de garantias

Ministro almoçou na mesma mesa de Arthur Weintraub, assessor especial da Presidência e irmão do ministro da Educação

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro
Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro -
Brasília - O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, almoçou no "bandejão" do Palácio do Planalto, nesta quinta-feira, após reunião com o presidente Jair Bolsonaro. O ministro afirmou que tratou de "assuntos do governo" com o presidente. Ele não respondeu a perguntas feitas por jornalistas, por exemplo, sobre a criação do juiz de garantias.

"A comida daqui é boa, gente", disse Moro. Ele almoçou na mesma mesa de Arthur Weintraub, assessor especial da Presidência e irmão do ministro da Educação, Abraham Weintraub.

O ministro pagou a sua conta e deixou o restaurante acompanhando de seguranças.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários