Presidente da República, Jair Bolsonaro - Fepesil / Parceiro / Agência O Dia
Presidente da República, Jair BolsonaroFepesil / Parceiro / Agência O Dia
Por ESTADÃO CONTEÚDO
Brasília - O presidente Jair Bolsonaro disse há pouco que "tudo é possível" ao ser questionado se pretendia visitar os brasileiros repatriados da China, por causa do surto do novo coronavírus. A previsão é que o voo com os 31 resgatados chegue a Anápolis (GO) na madrugada deste domingo.

"Para militar tudo é possível", afirmou Bolsonaro, que ponderou, no entanto, não ter previsto ir ao hospital de trânsito da Aeronáutica na cidade, onde os repatriados ficarão em quarentena por 18 dias.

Depois de participar do evento evangélico The Send, no Estádio Nacional Mané Garrincha em Brasília, Bolsonaro acompanhou junto a turistas a troca da Bandeira Nacional do lado de fora do Palácio da Alvorada e depois se recolheu à residência oficial.