Cid Gomes evoluiu o quadro de saúde e recebe alta de UTI - Reprodução/ TV Globo
Cid Gomes evoluiu o quadro de saúde e recebe alta de UTIReprodução/ TV Globo
Por ESTADÃO CONTEÚDO
Fortaleza - O senador licenciado Cid Gomes, 56 anos, baleado nesta quarta-feira, na cidade de Sobral (CE) durante protesto de policiais, teve na manhã desta quinta-feira alta hospitalar da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital do Coração daquela cidade. Gomes foi transferido para a enfermaria.

De acordo com boletim médico, Cid Gomes deu entrada naquela unidade hospitalar, "vítima de ferimento por arma de fogo no hemitórax esquerdo" e após o atendimento inicial seu quadro clínico evoluiu sem intercorrências, mantendo-se "hemodinamicamente estável e com padrão respiratório normal, não mais necessitando de cuidados de terapia intensiva".
Segundo a assessoria, disparos foram feitos por arma de fogo - Reprodução/internet
Publicidade
O senador licenciado foi atingido por dois tiros de pistola quando dirigia um trator e tentava avançar na direção do portão de um quartel da Polícia Militar tomado por agentes.
O comando da PM do Ceará está tratando o caso como tentativa de homicídio. Os disparos atingiram a região do tórax, segundo o Hospital do Coração de Sobral, onde Cid foi operado. Em boletim divulgado por volta das 20h, o hospital disse que o senador respira sem ajuda de aparelhos. Seu quadro cardíaco e neurológico não apresentou alteração após os ferimentos.

No Twitter, Ciro Gomes disse que seu irmão não corre risco de morte. "Espero serenamente, embora cheio de revolta, que as autoridades responsáveis apresentem prontamente os marginais que tentaram este homicídio bárbaro às penas da lei", afirmou o candidato derrotado à Presidência em 2018.